[ID 33868] HÁBITOS ALIMENTARES DE ESTUDANTES DE DIFERENTES ÁREAS NO ENSINO SUPERIOR

Resumo

Objetivo: analisar as mudanças dos hábitos alimentares de estudantes no ingresso no ensino superior, assim como, as consequências destes hábitos para a saúde. Metodologia: estudo transversal, conduzido entre setembro a dezembro de 2014. Foram entrevistados estudantes das áreas de humanas, biológicas e exatas, selecionados por conveniência. Adotou-se questionário estruturado, auto aplicado, contendo questões do perfil sociodemográfico/econômico e hábitos alimentares. Os dados foram analisados descritivamente e estatisticamente pelo teste do qui-quadrado (p<0,05) e pela regressão logística sendo a variável resposta dicotomizada em "Comportamento alimentar adequado" e "Comportamento alimentar inadequado" a partir da mediana dos resultados (54,5%). Resultados: responderam ao questionário 500 estudantes regularmente matriculados, 337 mulheres e 163 homens, média de 24 anos, renda mensal média de R$976,00 e 89,6% afirmou não possuir doenças. Os cursos de exatas apresentaram maior chance de ter um comportamento alimentar adequado (1,98 vezes), assim como os alunos com faixa etária até 22 anos (1,48 vezes) e do sexo masculino (1,67 vezes). Conclusão: Estudantes dos cursos da área biológica apresentaram resultados mais insatisfatórios em relação aos hábitos alimentares. Evidenciou-se que os estudantes são expostos a fatores de risco à saúde ao ingressarem no ensino superior devido à vulnerabilidade, em face de um novo contexto de vida. Descritores: Alimentação. Estudantes. Comportamento Alimentar. Fatores de Risco.

Biografia do Autor

Juliana Ladeira Garbaccio, Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais
Docente da Puc Minas, Odontologa e Enfermeira. Especialista em Enfermagem gerontologica, microbiologia, mestre em microbiologia, doutora em enfermagem.
Tatiana Resende Prado Rangel de Oliveira, PucMinas
Professor Adjunto IV da Carreira Docente no Curso de Nutrição da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Técnico Superior de Saúde da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Possui graduação em Nutrição pela Universidade Federal de Ouro Preto (1986), Especialização em Nutrição Humana e Saúde pela Universidade Federal de Lavras, Mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003) e Doutorado em Ciências da Saúde pela UFMG (2008). Tem experiência na área de Nutrição, atuando principalmente nos seguintes temas: Nutrição em Saúde Coletiva, Políticas de Saúde, Aconselhamento Nutricional, Obesidade e Segurança Alimentar e Nutricional.
Publicado
2019-07-05
Como Citar
Garbaccio, J. L., & Prado Rangel de Oliveira, T. R. (2019). [ID 33868] HÁBITOS ALIMENTARES DE ESTUDANTES DE DIFERENTES ÁREAS NO ENSINO SUPERIOR. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 23(2). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n1.33868
Seção
Pesquisa