Acesso competente à informação na web

  • Vânia Lúcia Coelho UFSCar - Universidade Federal de São Carlos
  • Marcia Regina da Silva FFCLRP - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP Ribeirão Preto

Resumo

O artigo discute o potencial das redes sociais da web tanto como fontes de circulação de informação quanto como espaços facilitadores da construção do processo de competência informacional. Trata-se de uma pesquisa que se baseou no levantamento bibliográfico e leitura das fontes para, à luz de conceitos provenientes da chamada “tecnologia 2.0” e, mais especificamente, das redes sociais, buscar entender de que maneira o bibliotecário pode tornar-se protagonista na criação da “ponte” entre conhecimento e usuários também nos meios alternativos de informação e conhecimento, possibilitando o acesso democratizado, entre outros, a conteúdos de relevância científica

Biografia do Autor

Vânia Lúcia Coelho, UFSCar - Universidade Federal de São Carlos
Bacharel em Biblioteconomia e Ciências da Informação e Documentação pela USP Ribeirão Preto. Mestranda em Ciência, Tecnologia e Sociedade pela UFSCar.
Marcia Regina da Silva, FFCLRP - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP Ribeirão Preto
Possui graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela Universidade Federal de São Carlos (1999) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2008). Docente do Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e credenciada no Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar (PPGCTS/UFSCar)

Referências

ARAÚJO, E. A. Informação, sociedade e cidadania: gestão da informação no contexto de organizações não-governamentais (ONGs) brasileiras. Ciência da Informação, Brasília, v. 28, n. 2, p. 155-167, maio/ago. 1999

ARAÚJO, E. A; DIAS, G. A. A atuação profissional do bibliotecário no contexto da sociedade de informação: os novos espaços de informação. In: OLIVEIRA, Marlene de (Org.) Ciência da Informação e Biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. 2. Ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

ASSEMBLEIA GERAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração Universal dos Direitos Humanos. Brasília: Unesco, 1998.

BARBOSA, A. F. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas brasileira: TIC Educação 2013. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014

BARROS, M. H. T. C de. Disseminação da informação: entre a teoria e a prática. Marília: Fundepe, 2003.

CAMPELLO, B. O movimento da competência informacional: uma perspectiva para o letramento informacional. Ci. Inf, Brasília, v. 32, n. 3, p.28-37, 2003. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/ci/v32n3/19021.pdf> Acesso em 24 abr. 2015

CATTS, R; LAU, J. Towards Information Literacy Indicators. UNESCO: Paris, 2008. Disponível em <http://www.uis.unesco.org/Library/Documents/wp08_InfoLit_en.pdf> Acesso em 06 mar. 2016

CLICK, A; PETIT; J. Social networking and Web 2.0 in information literacy. In: The Internacional Information and Library Review (2010), 42, p. 137-142. Disponível em <http://ac.els-cdn.com/S1057231710000202/1-s2.0-S1057231710000202-main.pdf?_tid=814c7808-e3e6-11e5-80d8-00000aacb35f&acdnat=1457301665_70d1ff206a40b409db98a544cbec904b> Acesso em 24 abr. 2015

DAY, M. T. Transformational discourse: Ideologies of Organizational Change in the Academic Library and Information Science Literature. Library Trends, v. 46, n. 4, p. 635-667, 1998. Disponível em <https://www.ideals.illinois.edu/bitstream/handle/2142/8187/librarytrendsv46i4e_opt.pdf?sequence=1> Acesso em 02 jun. 2015

DUDZIAK, E. A. O bibliotecário como agente de transformação em uma sociedade complexa: integração entre ciência, tecnologia, desenvolvimento e inclusão social. PontodeAcesso, Salvador, v. 1, n. 1, p. 88-98, 2007. Disponível em < http://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/1396/878> Acesso em 25 abr. 2015

DUDZIAK, E. A. Competência informacional e midiática no ensino superior: desafios e propostas para o Brasil. Prisma.com, Porto, v. 1, n. 13, p. 01-19, 2010. Disponível em < http://eprints.rclis.org/15730/1/Dudziak_Prisma_2010.pdf> Acesso em 25 abr. 2015

FARIAS, C. M; VITORINO, E. V. Competência informacional e dimensões da competência do bibliotecário no contexto escolar. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte , v. 14, n. 2, p. 2-16, 2009 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-99362009000200002&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 26 abr. 2015

FENG, A. Corporate librarian 2.0: new core competencies. In: Special Libraries Association Pharmaceutical & Health Technology Division Annual Meeting. Baltimore-EUA, 2006. Proceedings... Disponível em: <http://units.sla.org/division/dpht/division_info/travel-presentations/feng_essay.pdf>. Acesso em: 22 jul. 2015.

GASQUE, K. C. G. D. O papel da biblioteca e dos infoeducadores no Letramento Informacional. In: GASQUE, K. C. G. D. Letramento Informacional: pesquisa, reflexão e aprendizagem. Brasília: Editora FCI/UNB, 2012.

GODWIN, P. Information literacy and Web 2.0: is it just hype?. Program, v. 43, n. 3, p. 264-274, 2009. Disponível em < http://www.emeraldinsight.com/doi/pdfplus/10.1108/00330330910978563> Acesso em 06 mar. 2016

HABIB, M. Toward Academic Library 2.0: development and application of a Library 2.0 Methodology. 2006. 49 f. Dissertação (Master of Science in Library Science), Universidade da Carolina do Norte em ChapelHill - EUA, 2006. Disponível em: <http://mchabib.com/masterspaper.pdf>. Acesso em: 22 jul. 2015

HORTON JR, F. W. Understandind Information Literacy: a primer. Paris: UNESCO, 2007. Disponível em < http://unesdoc.unesco.org/images/0015/001570/157020e.pdf> Acesso em 08 jul. 2015

KAPITZKE, C. Information Literacy: the changing library. Journal of Adolescent & Adult Literacy, p. 59-59, 2001

MARQUINA, J. La figura del Community Manager em las bibliotecas. Disponível em <http://www.julianmarquina.es/figura-community-manager-bibliotecas/> Acesso em 21 jul. 2015

MARTELETO, R. M. Redes sociais, mediação e apropriação de informações: situando campos, objetos e conceitos na pesquisa em Ciência da Informação. Pesq. bras. ci. inf., Brasília, v.3, n.1, p.27-46, jan./dez. 2010

SILVA ET AL. Inclusão digital e educação para uma competência informacional: uma questão de ética e cidadania. Ci. Inf. Brasília, v. 34, n. 1, p. 28-36, 2005. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/ci/v34n1/a04v34n1.pdf> Acesso em 24 abr. 2015

STATISTA. Number of monthly active Facebook users worldwide as of 1st quarter 2015 (in millions). 2015. Disponível em <http://www.statista.com/statistics/264810/number-of-monthly-active-facebook-users-worldwide/> Acesso em 08 jul. 2015

STATISTA. Number of monthly active Twitter users worldwide from 1st quarter 2010 to 1st quarter 2015 (in millions). 2015. Disponível em <http://www.statista.com/statistics/282087/number-of-monthly-active-twitter-users/> Acesso em 08 jul. 2015

VIEIRA, D. V; BAPTISTA, S. G; CERVERÓ, A. C. As competências profissionais do Bibliotecário 2.0 no espaço da biblioteca universitária: discussão da prática. Inf. & Soc.: Est., João Pessoa, v. 23, n. 2, p.45-58, maio/ago 2013

WILSON et al. Alfabetização midiática e informacional: currículo para formação de professores. Brasília: UNESCO, UFTM, 2013.

XU, C; OUYANG, F; CHU, H. The academic library meets web 2.0: applications and implications. The Journal of Academic Librarianship, v. 35, n. 4, p. 324-331, 2009. Disponível em <http://ac.els-cdn.com/S0099133309000676/1-s2.0-S0099133309000676-main.pdf?_tid=03a216e6-e3e7-11e5-91ca-00000aab0f02&acdnat=1457301884_2600715eefe5cb69a0de5b4e21e8a743> Acesso em 06 mar. 2016

YAMASHITA, D. S; CASSARES, N. C; VALENCIA, M. C. P. Capacitação do bibliotecário no uso das redes sociais e colaborativas na disseminação da informação. CRB-8 Digital, São Paulo, v. 1, n. 5, p.161-172, jan. 2012

Publicado
2016-12-15
Seção
ARTIGOS DE REVISÃO