Biblioteca e mídias sociais:

Relatório de experiência

  • Cláudia Regina dos Anjos Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR)

Resumo

As mídias sociais mudaram a vida das pessoas e se tornaram regular em nossas vidas. Vozes influentes sejam para promover um produto, um serviço, ou apenas para manter-se atualizado com as últimas notícias. Esses elementos digitais online abrem um bom número de oportunidades para as bibliotecas. Com a utilização das ferramentas sociais as bibliotecas podem estreitar o relacionamento entre seus usuários/clientes. As redes sociais digitais podem fazer os produtos e serviços de uma biblioteca chegar a milhares de usuários/clientes, de diferentes tipos, independentemente da localização geográfica. Assim, com a consciência de que toda biblioteca tem o dever de atender a 2 (dois) tipos de usuários: presenciais e remotos, a biblioteca universitária do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Biblioteca do IPPUR/UFRJ - criou o Projeto Biblioteca do IPPUR 2.0 - um serviço de referência digital que tem seus produtos e serviços direcionados para informação e educação de usuários/clientes. Deste modo, a biblioteca instituiu no seu dia – a dia de trabalho as redes sociais digitais: Blogs, Facebook. Twitter e Youtube. No entanto, é importante e necessário planejar e justificar a implantação e uso das tecnologias 2.0 nas bibliotecas. Por isso, deve-se estar alerta também às métricas e ao monitoramento. Este trabalho busca nortear outras bibliotecas e profissionais da informação a criação, manutenção, métricas e monitoramento a partir de uma revisão de literatura sobre o assunto e em conjunto com experiências consolidadas pelos anos de uso desses recursos sociais online.

Biografia do Autor

Cláudia Regina dos Anjos, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR)
Mestre em Biblioteconomia. Especialista em: Docência do Ensino Superior. Especialista em: Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Graduada em: Bacharel em Biblioteconomia e Documentação. Bibliotecária do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Referências

ANJOS, Cláudia Regina dos. Mídias sociais nas bibliotecas da UFRJ: adoção e monitoramento. 2016. 162f. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) - Programa de Pós-graduação em Biblioteconomia, Centro de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016. Orientador: Moreno Albuquerque de Barros.

ARAÚJO, Felipe. Leis de Ranganathan. Disponível em: http://www.infoescola.com/curiosidades/leis-de-ranganathan/. Acesso em: 10 out. 2012.

BARROS, Moreno Albuquerque de. Emergência e dinâmica informacional na Blogosfera. Dissertação – Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação. Mestrado em Ciência da Informação, Convênio Universidade Federal Fluminense - Instituto de Arte e Comunicação Social, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Niterói, Rio de Janeiro. 2009.

BEHR, Ariel; MORO, Eliane L. S.; ESTABEL, Lizandra B. Uma proposta de atendimento às necessidades de informação dos usuários da biblioteca escolar por meio do benchmarking e do sensemaking. Informação & Informação, Londrina, v. 15, n. 1, p. 37 - 54, jul./jun. 2010.

BEHR, Ariel et al. Especialização em bibliotecas escolares e acessibilidade: discutindo a gestão da biblioteca na modalidade EAD. Informação & Informação, Londrina, v. 16, n.1, p. 102-123, jan./jun. 2011. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/7831/8481. Acesso em: 26 set. 2011.

CALIL JUNIOR, Alberto; CORRÊA, Elisa Cristina Delfini; SPUDEIT, Daniela. O uso das mídias sociais nas bibliotecas brasileiras: análise dos trabalhos apresentados no SNBU e CBBD. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO-FEBAB. 2013 Anais. p. 5044-5059. Disponível em: http://portal.febab.org.br/anais/article/view/1634/1635. Acesso em: set. 2015.

CUNHA, Murilo Bastos da. A biblioteca universitária na encruzilhada. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 11, n.6, dez. 2010. Disponível em: http://www.datagramazero.org.br/dez10/Art_07.htm. Acesso em: 6 fev. 2015.

FIDELIZAÇÃO de clientes: 5 dicas essenciais para encantar o comprador manter o cliente pode ser mais importante do que conquistar um novo. 26 jun. 2015. Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. Disponível em: http://revistapegn.globo.com/Dia-a-dia/noticia/2015/03/fidelizacao-de-clientes-5-dicas-essenciais-para-encantar-o-comprador.html. Acesso em: 15 jul. 2016.

FRIZON, Jaqueline. Geração C: os futuros profissionais: como as empresas estão se adequando para receberem a turma que não vive sem as mídias sociais. 2015. Disponível em: http://carreiraenegocios.uol.com.br/gestao-motivacao/41/artigo255115-2.asp. Acesso em: 3 fev. 2015.

GARCIA, Thais Xavier. Tecnologias Web 2.0 em unidades de informação: serviços disponibilizados na Biblioteca 2.0. 2009. 123 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biblioteconomia)-Departamento de Ciências da Informação, Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/30397879.pdf. Acesso em: 9 maio 2019.

JESUS, Deise Lourenço de; CUNHA, Murilo Bastos da. Produtos e serviços da web 2.0 no setor de referência das bibliotecas. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 17, n. 1, p. 110-133, jan./mar. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-99362012000100007&script=sci_arttext. Acesso em: 30 jan. 2015.

KEATING, Roly. Rise of smart phones and social media makes people crave real books. The Telegraph, 25 June 2015. Disponível em: http://www.telegraph.co.uk/news/uknews/11343797/Rise-of-smart-phones-and-social-media-makes-people-crave-real-books-British-Library-report-finds.html. Acesso em: 23 jun. 2015. Entrevista concedida a Hannah Furness.

KOTLER, Philip. Administração de marketing. 10. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2000.

NASCIMENTO, Cecília Maria Pereira. A biblioteca universitária hoje: gerencia compartilhada. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 2000. Disponível em: http://snbu.bvs.br/snbu2000/docs/pt/doc/t026.doc. Acesso em: 03 jul. 2005.

NEUBERT, Patrícia da Silva. Ferramentas colaborativas da Web 2.0: uso por alunos de pós-graduação em ciência da informação na pesquisa bibliográfica. 2010. 97 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de Biblioteconomia, Departamento de Ciência da Informação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/120891/296700.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 9 maio 2019.

A PESQUISA atualiza, inova e qualifica as atividades acadêmicas, diz reitor da UFRJ. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE REITORES UNIVERSIA, 3. Discurso de Carlos Levi, Reitor da UFRJ. Disponível em: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2014/07/28/1101344/a-pesquisa-atualiza-inova-qualifica-atividades-academicas-diz-reitor-ufrj.html. Acesso em: set 2014.

PRADO, Heloísa de Almeida. Organização e administração de bibliotecas. 2. ed. São Paulo: T. A. Queiroz, 1992.

PROVEZANO, Mérian. Qual a frequência ideal de postagem nas redes sociais: descubra agora mesmo e engaje ainda mais sua audiência. Publicado em 29 nov. 2017. Atualizado em 17 jan. 2018. Disponível em: https://rockcontent.com/blog/frequencia-de-postagem-nas-redes-sociais/. Acesso em: 5 jul. 2019.

QUESADA, Beatriz. Desafios para tornar as bibliotecas públicas mais atraentes: além de problemas estruturais, imagem negativa do ambiente afasta o público. Revista Educação. Extras. Edição 230. Disponível em: http://revistaeducacao.com.br/textos/230/desafios-para-tornar-as-bibliotecas-publicas-mais-atraentes-371778-1.asp. Acesso em: 15 jul. 2016.

VIANA, Michelângelo Mazzardo Marques. A informação e a biblioteca universitária. 2013. Disponível em: http://pt.slideshare.net/miquemv/ss-a-informao-e-a-biblioteca-universitria. Acesso em: 24 jan. 2015.

Publicado
2020-04-30
Seção
RELATOS DE EXPERIÊNCIA