Jornal Hoje E Os Mediadores Da Tragédia De Suzano-Sp

Uma Análise Sob A Perspectiva Dos Modos De Endereçamento

  • Michele Negrini Universidade Federal de Pelotas - Brasil
  • Arildo Palermo

Resumo

Refletir sobre a análise de programas televisivos, principalmente se tratando dos noticiosos, requer a observação da complexidade que perpassa os processos que envolvem a produção audiovisual. A partir disso, achamos que os modos de endereçamento se mostram como uma perspectiva teórico-metodológica importante para análise de telejornais. Este artigo tem como foco principal analisar as primeiras notícias veiculadas a respeito da tragédia de Suzano-SP, no programa Jornal Hoje da Rede Globo, sob a ótica de um dos quatro operadores de análise propostos por Gomes (2007) dentro da teoria dos modos de endereçamento: os mediadores.

Palavras-chave: Modos de endereçamento; Jornal Hoje; telejornalismo; mediadores.

Biografia do Autor

Michele Negrini, Universidade Federal de Pelotas - Brasil

Doutora em Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). Integrante do Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Telejornalismo (UFSC). Docente  do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). 

Arildo Palermo

Graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Publicado
2020-09-30
Como Citar
NEGRINI, M.; PALERMO, A. Jornal Hoje E Os Mediadores Da Tragédia De Suzano-Sp. Culturas Midiáticas, v. 13, n. 1, p. 17-34, 30 set. 2020.
Seção
Artigos - Mídia e Sociedade