A CATÁSTROFE DO PÓS-MODERNISMO

  • John Zerzan

Resumo

O artigo critica as posições e proposições do pós-modernismo, escola de pensamento centralizada no modelo linguístico que a originou, segundo o autor. Zerzan discute aspectos das obras de autores como Derrida, Barthes, Lyotard, Baudrillard, Deleuze, Guattari e, sobretudo, Foucault, procurando desvelar imperfeições e insuficiências desta corrente de pensamento. O pós-modernismo é apresentado como o resultado final da sociedade industrial moderna em fricção direta com o sistema de vida tecnologizado, um “novo realismo” que nega as proposições opostas.
Publicado
2012-10-04
Como Citar
Zerzan, J. (2012). A CATÁSTROFE DO PÓS-MODERNISMO. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA & TRABALHO, 36. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/politicaetrabalho/article/view/12866
Seção
Nº 36 - DOSSIÊ ESTUDOS ANARQUISTAS CONTEMPORÂNEOS