Itinerário terapêutico e os nexus de significados da doença

  • Paulo César Alves UFBA

Resumo

O presente artigo tem por objetivo identificar duas questões fundamentais subjacentes nos estudos contemporâneos sobre itinerários terapêuticos (IT): (a) o significado de “cuidado à saúde” (questão que envolve a busca e avaliação de tratamento); (b) a noção de doença implícita nesses estudos. A primeira questão refere-se ao conceito de “mundo de práticas” e “campos de possibilidades” de atuação na busca de tratamentos disponíveis no universo dos atores. A segunda, lida com a noção de doença enquanto totalidades que são perseguidas em um campo de práticas. A conclusão fundamental é que IT é uma forma de engajamento em uma dada situação e, portanto, requer novos aprendizados e aquisições de habilidades específicas

Biografia do Autor

Paulo César Alves, UFBA
Antropólogo. Professor da UFBA
Publicado
2015-10-22
Como Citar
Alves, P. C. (2015). Itinerário terapêutico e os nexus de significados da doença. REVISTA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - POLÍTICA & TRABALHO, 1(42). Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/politicaetrabalho/article/view/23308
Seção
Nº 42 - DOSSIÊ ANTROPOLOGIA DAS DOENÇAS DE LONGA DURAÇÃO