A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

Autores

  • Leila Rocha Sarmento Coelho

Palavras-chave:

Educação, Campesinato, Capitalismo, Escola

Resumo

Um olhar pela história da educação em termos de programas e políticas públicas para o campo nos proporciona a construção de uma configuração do campo, permitindo uma tomada de consciência e um posicionamento do lugar que se ocupa nesse cenário de luta por uma sociedade igualitária, diante do sistema capitalista, onde seus princípios se contrapõem aos do campesinato, ocupando a escola um papel fundamental, na construção de uma educação popular pautada em uma prática social, nos valores e princípios dos próprios sujeitos participantes desse processo. Assim, a escola, enquanto instituição de construção do conhecimento, não é apenas um espaço físico de reprodução de um saber pedagógico, e sim, deve ser um ambiente de interação e troca dinâmica e contínua de experiências, de um trabalho coletivo da transformação da história e da cultura do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-04-06

Como Citar

COELHO, L. R. S. A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA NA EDUCAÇÃO DO CAMPO. Revista Lugares de Educação, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 136–149, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rle/article/view/10972. Acesso em: 5 dez. 2022.