Outros ecos da crítica: cultura e imperialismo em Edward Said

Jeverton Soares dos Santos

Resumo


A partir de um insight da mais recente obra da filósofa Amy Allen, “End of Progress” ( 2016) o presente artigo busca levar a cabo o projeto em aberto de (re)aproximação da Teoria Crítica com a linha de pensamento conhecida como Pós-Colonialismo, a partir das contribuições seminais do pensador palestino Edward Said, sobretudo mediante as suas reflexões sobre o vínculo entre cultura e imperialismo, presentes nas obras “Orientalism”(1978) e “Culture and Imperialism”(1993). Para isso, foi necessário expor o que Amy Allen compreende pelo termo teoria crítica, resgatando a sua denúncia contra a “mainstream” da teoria crítica contemporânea (especialmente, Habermas e Honneth), que na sua acurada interpretação teria recaído em um déficit pós-colonial inaceitável, em virtude da excessiva influência de Hegel e dos jovens hegelianos, sobretudo na reconciliação apressada que tal mainstream faz entre a noção de progresso histórico e de história empírica. Tal falha não acontece, por exemplo, na teoria crítica da Escola de Frankfurt, sobretudo em Adorno e em Benjamin, ainda que a autora não deixe de reconhecer que tais bases eurocêntricas também estão presentes nela (Seção 1). Contudo, é justamente a partir da noção de “eco das vozes que emudeceram”, de Benjamin, que se procurou executar uma aproximação com o pensamento de Said, o qual também usa categoria análoga, de “outros ecos que habitam o jardim”, inspirada no poeta Eliot (Seção 2). Mais do que isso: o artigo se esforça em trazer a tona alguns dos principais motivos do pensamento saidiano, como a caracterização do fenômeno cultural intitulado “orientalismo”, bem como suas reflexões sobre o drama palestino (Seção 3). Tais seções acabam por preparar caminho para explicitar o que autor entende como sendo o “imperialismo” (Seção 4). Essa noção, amplamente presente nas diferentes manifestações da experiência cultural moderna, pode nos ajudar a compreender melhor o vínculo existente entre cultura e política, vínculo esse que, como se verá ao decorrer do artigo, foi deliberadamente negligenciado pela teoria crítica contemporânea. 


Palavras-chave


Teoria Crítica; Pós-Colonialismo; Imperialismo

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor. Palavras e Sinais: modelos críticos 2. Petrópolis: Vozes, 1995.

________. Philosophie und Gesellschaft. Fünf Essays. Stuttgart: Reclam und Universal Bibliothek, 2000.

ADORNO, Theodor W; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Traduzido por Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,1985.

ALLEN, Amy. The End of Progress: decolonizing the normative foundations of critical theory. New York: Columbia University Press, 2016

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo. Trad. de Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

BENHABIB, Seyla. The utopian dimension in communicative ethics. New German Critique, n°35, Special Issue on Jürgen Habermas ( Spring-Summer, 1985).

BENJAMIN, Walter. Magia, técnica, arte e política. Trad. Sérgio Paulo Roaunet. Obras completas vol. 1.São Paulo: Editora Brasilense, 1987.

________. O anjo da história. Organização e tradução de João Barrento. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012,

FOUCAULT, Michel. O nascimento da clínica. Rio de Janeiro, Forense-Universitária, 1977.

FRASER, N.; HONNETH, A. ¿Redistribución o Reconocimiento? Um debate político-filosófico. Madrid, Ediciones Morata, 2006.

HABERMAS, Jürgen. Die moderne: ein unvollendetes Projekt. [s.l.:s.n]. . Acesso em 10/11/2016.

__________. O Discurso filosófico da modernidade. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

HARDT, Michael; NEGRI, Antonio. Empire. Massachussets, Cambridge, Harvard University Press, 2000.

HARVEY, David. El nuevo imperialismo. Trad. de Juan Madariaga. Madrid: Akal, 2004.

HEGEL, Friedrich. Fenomenologia do Espírito. Petrópolis: Vozes, 1992.

HONNETH, Axel. Critique of Power: Reflective Stages in a Critical Social Theory. Cambridge, Massachusetts: The MIT Press, 1993.

HORKHEIMER, Max. Teoria Crítica. Buenos Aires: Amorrortu, 2003.

KENNEDY, Valerie. Edward Said: a Critical Introduction. Cambridge, Polity Press, 2003.

PILETTI, Nelson; PILETTI, Claudino. História e Vida Integrada. São Paulo: Ática, 2002.

RIBEIRO, Adelia Mª Miglievich. Darcy Ribeiro e o pensamento crítico latino-americano: diálogos com a epistemologia pós-colonial. In: SINAIS – Revista Eletrônica - Ciências Sociais. Vitória: CCHN, UFES, Edição n.09, v.1, Junho. 2011. pp.12-31.

SAID, Edward. Cultura e Imperialismo. Tradução de Denise Bottman. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

_______. Culture and Imperialism.New York: Vintage Books, 1994.

_______. Entrevista a Carlos Graieb. Veja, 25 junho de 2003.

_______. No Reconciliation Allowed. Letters of Transit: reflexions on Exile, Identity, Language and Loss. ed. André Aciman, Nova York, 1998, p. 96.

_______. Orientalismo: o Oriente como invenção do Ocidente. Trad. Thomas Rosa Bueno. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

_______. Representations of the Intellectual. Londes: Vintage, 1994, p.41.

_______. The Myth of ‘The Clash of Civilizations’. Northampton: Media Education Foundation,1998.

_______. Zionism from the Standpoint of Its Victims. Social Text, No. 1. (Winter, 1979), pp. 7-58.

WIGGERSHAUS, Rolf. A Escola de Frankfurt. História, desenvolvimento teórico, significação política. Rio de Janeiro: DIFEL, 2002.

WILKINS, Dexter. Tough New Tactics by U.S. Tighten Grip on Iraq Towns. The New York Times, 7 de dezembro de 2003.




DOI: https://doi.org/10.18012/arf.2016.32328



Direitos autorais 2017 Jeverton Soares dos Santos

e-ISSN 2318-9428
p-ISSN 2358-8470

Facebook Follow us on Twitter ResearchGate

© 2014 Aufklärung, doi:10.18012/ARF, e-ISSN 2318-9428, p-ISSN 2358-8470 | revistaaufklarung@hotmail.com | João Pessoa-PB-Brasil | CC BY Attribution 4.0 International


Principais Indexadores / Bases de Indexação

Smiley face  Filiada ao CrossRef The Philosopher's Index  Portal de Periódicos da CAPES   DOAJ LATINDEX ERIHPLUS ::  Norwegian Social Science Data Services (NSD) Filiada ao CrossRef< ABEC - Revista filiada à ABEC Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia iThenticate: Prevent Plagiarism in Published Works    Publisher copyright policies & self-archiving    WorldCat Social Science Open Access Repository   Elektronische Zeitschriftenbibliothek  PortalUFPB

indexing and abstracting