Sistemas de Informação Geográfica Aplicados à Elaboração de Frameworks de Geodiversidade

Leonardo Figueiredo de Meneses, Marcos Antônio Leite do Nascimento

Resumo


Conhecer o território e suas peculiaridades deve ser a base para a gestão efetiva de seus componentes ambientais. Esta premissa pode ser aplicada à conservação do geopatrimônio, haja vista a necessidade de identificação das ocorrências de elementos da geodiversidade que apresentem valores singulares. Este trabalho objetiva apresentar a possibilidade de uso de sistemas de informação geográfica – SIG, para o processamento de dados cartográficos e alfanuméricos visando a construção de frameworks de geodiversidade, exemplificando com dados da região do Cariri do Estado da Paraíba. Adotou-se o SIG gvSIG, particularmente por se tratar de um sistema de distribuição e licença gratuitas. Os dados de entrada constam de material cartográfico referente a: geologia, geomorfologia/relevo, hidrografia e divisão administrativa, preferencialmente associados a bases de dados alfanuméricos que contenham seus respectivos atributos, e tomando-se o cuidado de compatibilizar suas escalas e sistemas de referência cartográfica. A proposta prevê a superposição dos mapas em camadas independentes e a classificação do mapa geológico em categorias temáticas de acordo com os valores apresentados em seus atributos, observando sempre a utilização de campos (litologia, idade geológica, por exemplo) que apresentarem valores preenchidos para todos os polígonos das unidades geológicas e que respondam ao questionamento relativo ao objetivo que se pretende aplicar aos frameworks. Percebe-se que a adoção dos SIG apresenta como diferencial a possibilidade de simular diversas propostas, desde as mais simples até proposições complexas, que envolvam diversos temas que componham a geodiversidade da região sob análise, viabilizando uma gestão territorial e ambiental mais eficiente.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J.A. A Formação da Paisagem dos Cariris Velhos. p.17-21. In: CABRAL, E.M. (org). Os Cariris Velhos da Paraíba. João Pessoa. Editora Universitária da UFPB/ A União. 88p. 1997.

ARRUDA, K. E. C. 2013. Geodiversidade do município de Araripina-PE, Nordeste do Brasil. Dissertação de mestrado, UFPE, Recife, 178p.

BRASIL. Guia Livre. Referência de Migração para Software Livre do Governo Federal. Brasília, 2005. 297 p. il.

BRILHA, J.B.R. Patrimônio Geológico e Geoconservação: a conservação da natureza na sua vertente geológica. Palimage Editora, 190p. 2005.

CARVALHO, M.G.F. Estado da Paraíba: Classificação Geomorfológica. João Pessoa: Editora Universitária, 72p., 1982.

CPRM. Geologia e recursos minerais do Estado da Paraíba. Recife: CPRM, 2002. 142 p. il., 2 mapas. Escala 1:500.000

LANG, S.; BLASCHKE, T. Análise da Paisagem com SIG. São Paulo: Oficina de Textos, 2009.

LIMA, F. F. Proposta Metodológica para a Inventariação do Patrimônio Geológico Brasileiro. Dissertação de Mestrado - Universidade do Minho. Braga - Portugal. 90 p. 2008.

LIMA, F.F., BRILHA, J.B., SALAMUNI, E. Inventorying geological heritage in large territories: a methodological proposal applied to Brazil. Geoheritage, Vol. 2, No 3-4, 91-99. 2010.

LONGLEY, P.A.; GOODCHILD, M.F.; MAGUIRE, D.J.; RHIND, D.W. Sistemas e Ciência da Informação Geográfica. 3ª ed. Porto Alegre. Bookman. 2013.

MANOSSO, F.C. Potencialidades da Paisagem na Região da Serra do Cadeado-PR: Abordagem Metodológica das Relações Entre a Estrutura Geoecológica, a Geodiversidade e o Geoturismo. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Maringá. Paraná. 183 p. 2012.

MENESES, L.F. Patrimônio Geológico x Geopatrimônio. 2012. Disponível em: < http://geodiversidadepb.blogspot.com.br/2012/06/patrimonio-geologico-x-geopatrimonio.html>. Acesso em: 15 ago 2013.

NASCIMENTO, M.A.L; RUCHKYS, U.A.; MANTESSO-NETO, V. Geodiversidade, Geoconservação e Geoturismo: trinômio importante para a proteção do patrimônio geológico. São Paulo, Sociedade Brasileira de Geologia. 84p. 2008.

PEREIRA, D.I; PEREIRA, P.; BRILHA, J; SANTOS, L. Geodiversity Assessment of Paraná State (Brazil): An Innovative Approach. Environmental Management. 2013.

SHARPLES, C. Concepts and principles of geoconservation. PDF Document, Tasmanian Parks & Wildlife Service website. 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.