A ARQUIVÍSTICA COMO DISCIPLINA APLICADA NO CAMPO DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Fernanda Ribeiro

Resumo


Apesar de os arquivos terem origens muito remotas, que se podem confundir com as origens da própria escrita, a Arquivística como disciplina só no século XIX e no quadro do historicismo e do positivismo, se começou a afirmar, numa perspectiva de “ciência auxiliar” da História. Esta perspectiva historicista e custodial adquiriu novos contornos por alturas da viragem do século, graças à afirmação da vertente tecnicista, que se desenvolveu ao longo de todo o século XX, por efeito das condições sociais, económicas e culturais derivadas da revolução tecnológica em curso.
Neste texto põe-se em confronto o tradicional paradigma historicista, custodial e tecnicista da Arquivística com um novo paradigma emergente, apelidado de pós-custodial, informacional e científico que entende esta disciplina como um saber aplicado do campo da Ciência da Informação, sendo apresentados os fundamentos epistemológicos, teóricos e metodológicos da abordagem proposta.

Palavras-chave


Ciência da Informação; Arquivística; Paradigma

Texto completo:

PDF


Locations of visitors to this page

Licença Creative Commons
Os originais publicados na Perspectivas em Gestão & Conhecimento estão disponibilizados de acordo com uma Licença Creative Commons 3.0 Brasil (obrigatoriedade de atribuição de créditos/vedado uso comercial/vedada criação de obras derivadas/permitida citação referenciada).
Perspectivas em Gestão & Conhecimento - PG&C, Cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba, Brasil.
ISSN: 2236-417X (formato eletrônico).