SOBRE A ÉTICA DA INFORMAÇÃO: uma experiência no ensino da Arquivologia

  • Geissikelly Marques de Oliveira UFPB
  • Isa Maria Freire UFPB
Palavras-chave: Ética da Informação. Formação Profissional. Curso de Graduação em Arquivologia da UFPB.

Resumo

Relata a experiência no ensino da disciplina Ética da Informação no Curso de Graduação em Arquivologia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Apresenta de forma sucinta a trajetória dos cursos de Arquivologia no Brasil e em seguida a sua criação na UFPB, considerando o Projeto Politico Pedagógico do Curso e sua relevância aos anseios da formação do profissional arquivista. Delineia um perfil ético, político e social de um profissional capaz de refletir não somente sobre os fundamentos teóricos e tecnológicos da informação como também, especialmente, de compreender sua profissão como um campo de possibilidades numa sociedade em que se processam grandes transformações. Descreve a disciplina Ética da Informação na grade curricular do curso, com a missão de contribuir para a formação de profissionais éticos e comprometidos com uma sociedade mais justa, equânime e igualitária.

Biografia do Autor

Geissikelly Marques de Oliveira, UFPB
Bacharel em Arquivologia pela Universidade Federal da Paraíba, Brasil.
Isa Maria Freire, UFPB
Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, Brasil. Coordenadora da Rede de Projetos do Laboratório de Tecnologias Intelectuais - LTi do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Referências

AAB – Associação dos Arquivistas Brasileiros. Disponível em: <http://www.aab.org.br/>. Acesso em: 12 jun. 2014.

ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Trad. Leonel Vallandro e Gerd Bornheim. In: Aristóteles. São Paulo: Abril Cultural, 1984. p.44. (Coleção Os Pensadores).

ARQUIVISTA HI-TECH. Disponível em <https://arquivistahitech.wordpress.com/2011/03/17/cursos-de-arquivologia-no-brasil/>. Acesso em: 23 nov. 2014.

BAUMAN, Z. Que oportunidade tem a ética no mundo globalizado dos consumidores? In: _____. A ética é possível num mundo de consumidores? Rio de Janeiro: Zahar, 2011. p.37-83.

BOTTINO, M. Panorama dos cursos de Arquivologia no Brasil: graduação e pós-graduação. Arquivos e administração, v.15, n.23, 1994.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília, DF: Senado federal, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm. Acesso em: 23 nov. 2014.

COMTE-SPONVILLE, A. Pequeno Tratado das Grandes Virtudes. São Paulo: Martins Fontes, 1999. Disponível em: <https://fernandonogueiracosta.files.wordpress.com/2010/06/pequeno-tratado-das-grandes-virtudes1.pdf>. Acesso em: 16 nov. 2014.

EXECUTIVA NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES REGIONAIS DE ARQUIVOLOGIA (ENARA). Disponível em: <http://www.enara.org.br/>. Acesso em: 20 out. 2014.

ÉTICA. In: FERREIRA, A. B. de H. Dicionário Aurélio Básico da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988. p. 105.

_______. In: JAPIASSU, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário básico de filosofia. 3ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 189.

FREIRE, G.H. de A. O trabalho de informação na sociedade do aprendizado contínuo. Inf. & Soc.:Est., v.17, n.3, p.39-45, set./dez. 2007.

FREIRE, I.M. Ética da informação: Plano de Ação. In: FREIRE, I.M. (Coord.) Projeto Ensino em Biblioteconomia e Arquivologia: teoria e prática. João Pessoa: DCI: UFPB, 2013.

_____. Ética da informação: programa semestre 2013.2. João Pessoa: DCI: UFPB, 2013.

_____. REFLEXÕES SOBRE UMA ÉTICA DA INFORMAÇÃO NA SOCIEDADE EM REDE. Ponto de Acesso, Salvador, v. 4, n. 3, p. 113-133, jul./dez. 2010.

FREIRE, I. M.; SILVA, J. T. Mandala das virtudes da Arquivologia: relato de pesquisa. Archeion Online, João Pessoa, v.1, n.1, p. 33-44, Jul. 2013. Disponível em: <http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/17125/9748>. Acesso em: 16 nov. 2014.

JARDIM, José Maria. A universidade e o ensino da Arquivologia no Brasil. In: _____. A formação do arquivista no Brasil. Rio de Janeiro: UFF, 1999.

MATURANA, H.; VARELA, F. Prefácio. In: ____. De máquinas e seres vivos: autopoiese – a organização do vivo. 3.ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

RIDLEY, M. As origens da virtude: um estudo biológico da solidariedade. Rio de Janeiro: Ed. Record, 2000. Capítulo 2 – A divisão do trabalho.

TANUS, G. F. de S. C.; ARAUJO, C. A. A. O ensino da Arquivologia no Brasil: fases e influências. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 18, n. 37, p. 83-102, mai./ago., 2013. Disponivel em: <http://www.brapci.ufpr.br/documento.php?dd0=0000012857&dd1=e2ba1>. Acesso em: 21 nov. 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA (UFPB). Projeto Político Pedagógico do Curso de Arquivologia. Processo nº. 12030035/2008. João Pessoa: DCI, 2008.

VARELA, Francisco. Sobre a competência ética. Lisboa: ed. 70, 1995.

Publicado
2015-06-30
Como Citar
OLIVEIRA, G. M. DE; FREIRE, I. M. SOBRE A ÉTICA DA INFORMAÇÃO: uma experiência no ensino da Arquivologia. Archeion Online, v. 3, n. 1, p. 99-117, 30 jun. 2015.
Seção
Relatos de Experiência

Artigos mais lidos do (s) mesmo (s) autor (es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>