Biometria de frutos e qualidade fisiológica de sementes de Sesamum indicum oriundas de plantas adubadas com esterco bovino

Palavras-chave: Adubação orgânica, Gergelim, Germinação, Vigor de sementes

Resumo

O gergelim está entre as dez principais oleaginosas produzidas no mundo. Para uma alta produtividade torna-se necessário o uso de sementes com elevada qualidade fisiológica. Plantas nutridas geralmente produzem sementes vigorosas. Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a biometria dos frutos e a qualidade fisiológica de sementes de gergelim de plantas adubadas com esterco bovino. O experimento para produção das sementes foi realizado no setor de Agricultura da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza-CE, em blocos ao acaso. As plantas foram adubadas com quatro doses de esterco bovino (0, 20, 40 e 60 t ha-1). Após a colheita foi aferida a biometria dos frutos, o potencial de germinação e o vigor das sementes. O aumento nas doses de esterco bovino proporcionou frutos maiores. A germinação, primeira contagem de germinação e o índice de velocidade de geminação apresentou incremento quando as sementes foram provenientes de plantas adubadas. As sementes de plantas adubadas com esterco bovino originaram plântulas mais vigorosas, apresentando comprimento e massa seca com valores superiores quando comparadas com as plantas que não foram adubadas.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
Silva, R. T. da, Lopes, M. de F. de Q., Andrade, F. H. A. de, Torres, A. C. M., Barbosa Neto, M. A., & Nascimento, R. G. S. (2018). Biometria de frutos e qualidade fisiológica de sementes de Sesamum indicum oriundas de plantas adubadas com esterco bovino. Agropecuária Técnica, 39(4), 277-284. https://doi.org/10.25066/agrotec.v39i4.42412
Seção
Agronomia