Qualidade fisico-química de hortaliças folhosas comercializadas no município de Jaboticabal-SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25066/agrotec.v41i3-4.51299

Palavras-chave:

Análises físico-químicas, Formas de venda, Olerícolas

Resumo

As hortaliças são alimentos reguladores, importante para o bom funcionamento do organismo. Objetivou-se neste trabalho determinar a caracterização físico-química de hortaliças folhosas comercializadas em supermercados do município de Jaboticabal – São Paulo. As hortaliças tipo folha “couve, almeirão e chicória” analisadas no presente trabalho, foram adquiridas em dois supermercados do município de Jaboticabal e encaminhadas ao laboratório de biomassa I, UNESP – FCAV, Câmpus de Jaboticabal-SP, onde foram realizadas as seguintes análises: pH, acidez titulável, cinzas, umidade, teor de nitrogênio e proteína. O almeirão apresentou maior teor de umidade com 94,74 %, seguido da couve e chicória, com 88,81% e 82,28 %, respectivamente. Os valores de cinzas, acidez titulável, nitrogênio e proteínas das hortaliças, apresentaram percentuais satisfatórios. Entretanto, apesar dos teores dos componentes físico-químicos está dentro dos padrões estabelecidos na tabela brasileira de composição de alimentos, cabe ao consumidor de hortaliças, fazer a aquisição das mesmas, levando em consideração a data da comercialização, os aspectos da aparência global e a forma em que as mesmas se encontram armazenadas.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Viana, J. dos S., Alves, T. L., Lourenço, M. do S. N., & Palaretti, L. F. (2020). Qualidade fisico-química de hortaliças folhosas comercializadas no município de Jaboticabal-SP. Agropecuária Técnica, 41(3-4), 92–100. https://doi.org/10.25066/agrotec.v41i3-4.51299

Edição

Seção

Ciências de Alimentos