De um sistema nacional à adoção de padrões internacionais: por uma nova norma bibliográfica

Resumo

Com o objetivo de identificar as normas bibliográficas adotadas por periódicos da área de Ciências Humanas, estudo de caráter quali-quantitativo utilizou pesquisa bibliográfica e levantamento-diagnóstico em revistas indexadas na Scientific Electronic Library Online (SciELO) e na Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal (Redalyc). Foram examinados os padrões bibliográficos utilizados em 31 títulos, dos quais nove títulos nacionais e sete internacionais disponíveis na SciELO, além de 15 títulos internacionais indexados na Redalyc. Dentre os quatro padrões identificados, um se destaca pela frequência e pela simplicidade. Com base no diagnóstico, o estudo recomenda o APA, da American Psychological Association, como estilo mais adequado para adoção pelo Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas.

Biografia do Autor

Jimena Felipe Beltrão
É Ph.D em Ciências Sociais pela University of Leicester, Inglaterra; Mestre em Jornalismo pela University of Missouri - Columbia, EUA; e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Atualmente é Analista em Ciência e Tecnologia do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), onde atua como Editora Científica do Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas.
Taíse Cruz Silva, Museu Paraense Emílio Goeldi
Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Pará. Participação como bolsista de iniciação científica PIBIC no Museu Paraense Emílio Goeldi no período de setembro de 2015 a julho de 2016. Atualmente sou bolsista do Programa de Capacitação Institucional do MCTI - PCI do Museu Paraense Emílio Goeldi.

Referências

ALVARENGA, Lídia. Representação do conhecimento na perspectiva da Ciência da Informação em tempo e espaço digitais. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação. Florianópolis, Santa Catarina, v. 8, n. 15, p. 18-40,2003. DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2003v8n15p18.

AMERICAN PSYCHOLOGICAL ASSOCIATION. APA style guide to electronic references, 2018. Disponível em: http://www.apastyle.org/products/4210512.aspx. Acesso em: 26July 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉNICAS. ABNT NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro: ABNT, 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉNICAS. ABNT NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

BOHANNON, John. Who´s afraid of peer review?. Science, Washington, v. 342, n. 6141, p. 60-65, 2013. DOI: 10.1126/science.342.6154.60.

BOLETIM DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI. CIÊNCIAS HUMANAS. Plano de desenvolvimento editorial: situação atual e evolução até o final de 2021. Belém, 2018. 6 p.

BUENO, Wilson Costa. Comunicação científica e divulgação científica: aproximações e rupturas conceituais. Informação e Informação, Londrina, v. 15, p. 1-12,2010. Edição especial. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2010v15n1espp1.

HOPPEN, Natascha Helena Franz; MAGNUS, Ana Paula Medeiros; VANZ, Samile Andréa de Souza. Referências de atos normativos brasileiros na comunicação científica internacional: estilos Vancouver e APA. Prisma com, Portugal, n. 36, p. 41-58, 2018. DOI: 10.21747/16463153/36a3.

MEADOWS, Arthur Jack. A comunicação científica. Rio de Janeiro: Briquet de Lemos, 1999.

MEDEIROS, Graziela Martins de; FACHIN, Gleisy Regina Bóries; RADOS, Gregório Jean Varvakis. Padronização de periódicos científicos on-line da área de biblioteconomia e Ciência da Informação: adequação as normas ISO. Revista ACB, Santa Catarina, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 415-438, jul./dez. 2008.

MIRANDA, Antonio; SIMEÃO, Elmira. Transferência de informação e transferência de tecnologia no modelo de comunicação extensiva: a BABEL.com. Informació, Cultura y Sociedad, Buenos Aires, n. 10, p. 27-40, 2004.

MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI. Arquivo Guilherme de La Penha. Agenda da reunião da comissão de editoração do Museu Paraense Emílio Goeldi. Belém, 1987.

MAIMONE, Giovana; TÁLAMO, Maria de Fátima. A atuação do bibliotecário no processo de editoração de periódicos científicos. Revista ACB, Santa Catarina, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 301-321, jul./dez. 2008.

RODRIGUES, Eloy. Acesso livre ao conhecimento: a mudança do sistema de comunicação da ciência e os profissionais de informação. Cadernos Bad: revista da associação portuguesa de bibliotecários, arquivistas e documentalistas. Portugal, n. 1, p. 24-35, 2004.

SANTOS, Solange Maria dos. Perfil dos periódicos científicos de ciências Sociais e de Humanidades: mapeamento das características extrínsecas. 2010. 176f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade de são Paulo, São Paulo, 2010.

SANTA ANA, Jorge. Normalização bibliográfica no âmbito da transferência da informação: de um fazer técnico a uma atuação humanista. Revista ACB, Santa Catarina, Florianópolis, v. 22, n. 1, p. 61-76, dez./mar. 2017.

SABADINI, Aparecida Angélica Zoqui Paulovic; SAMPAIO, Maria Imaculada Cardoso; NASCIMENTO, Maria Marta. Preparando um periódico científico. In: SABADINI, Aparecida Angélica Zoqui Paulovic; SAMPAIO, Maria Imaculada Cardoso; KOLLER, Sílvia Helena (org.). Publicar em Psicologia um enfoque para a revista científica. São Paulo: Associação Brasileira de Editores Científicos de Psicologia/Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 2009. p. 35-73.

SIMEÃO, Elmira. O modelo de comunicação extensiva e as implicações no contexto da comunicação científica: metodologia para mensuração de indicadores do formato eletrônico em rede. In: CONFERÊNCIA IBEROAMERICANA DE PUBLICAÇÕES ELETRÔNICAS NO CONTEXTO DA COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, 1., 2006, Brasília. Anais [...]. Brasília, 2006.

; MIRANDA, Antonio. Comunicação extensiva e a linguagem plástica dos documentos em rede. In: RODRIGUES, Georget Medleg; LOPES, Ilza Leite (org.). Organização e representação do conhecimento na perspectiva da Ciência da Informação. 1. ed. Brasília: Thesaurus, 2003. p. 179-209. (Estudos avançados em Ciência da Informação, v. 2).

SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE (SciELO). Critérios, política e procedimentos para admissão e a permanência de periódicos científicos na Coleção SciELO Brasil. São Paulo, 2017. 31 p. Disponível em: http://www.scielo.br/avaliacao/Criterios_SciELO_Brasil_versao_revisada_atualizada_outubro_20171206.pdf. Acesso em: 19 jul. 2018.

STUMPF, Ida. Avaliação pelos pares nas revistas de comunicação: visão dos editores, autores e avaliadores. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 18-32, jan./abr. 2008.

THE ROYAL SOCIETY. Science as an open. London: The Royal Society, 2012. Disponível em: https://royalsociety.org/topics-policy/projects/science-public-enterprise/Report/. Acesso em: 23 out. 2018.

UNIVERSIDADE DE AVEIRO. Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia. Referências bibliográficas: manual de normas e estilos. Aveiro, Portugal: Bibliotecas da Universidade de Aveiro, 2010.

UNIVERSIDADE OF CHICAGO. Turabian: a manual for writers. Chicago, ([2018?]). Disponível em: https://www.chicagomanualofstyle.org/turabian.html. Acesso em: 31 July 2018.

VALERIO, Palmira Moriconi; PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro. Da comunicação científica à divulgação. Transinformação, Campinas, v. 20, n. 2, p. 159-169,2008. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-37862008000200004.

Publicado
2019-06-05
Seção
RELATOS DE EXPERIÊNCIA