Sva-dharma: o fundamento ético para o Movimento Hare Krishna em suas bases escriturísticas

Marco Antonio de Lara, Márcio Antônio de Paiva

Resumo


Neste presente trabalho pretendemos abordar a dinâmica do ethos a partir do Movimento Hare Krishna (ISKCON), as categorias do ethos em uma das novas religiões orientais que surgem com a efervescência da contracultura (séc. XX) e vem compor o novo cenário contemporâneo de diversidade religiosa. Seguidores do Vaiṣṇavismo Gaudīya da Bengala, os membros do Movimento Hare Krishna têm na figura do santo e místico Śrī Caitanya Mahāprabhu (1486-1534) o principal líder e sistematizador (ācārya) da doutrina; seus preceitos éticos se fundamentam na ortodoxia dos śāstras védicos, ou as escrituras reveladas para os hindus, como a Bhagavad-gītā e o Bhāgavata Purāṇa, que indicam a performance inerente do indivíduo (sva-dharma), seu dever ocupacional, em dois aspectos: um inserido em seu meio sócio-cultural ou imanente, e outro, relacionado com a posição ontológica do ser em si, transcendente. O estudo tem como finalidade mostrar um dos ícones do variado leque de saberes oferecido pela tradição hindu num convite a uma abordagem pelo viés da Filosofia da Religião, inserido dentro da perspectiva hermenêutica da própria tradição (paramparā).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.