CORPOS/CORPAS/CORPES DISSIDENTES E A CENA ARTÍSTICA

políticas da diferença

Autores

  • Flávia Meireles Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2177-8841.2020v11n1.53469

Resumo

Este artigo reflete sobre a presença de corpos/corpas/corpes dissidentes na cena artística e seus questionamentos da norma vigente – branca, masculina e heterossexual. A hipótese é a de que esses corpos/corpas/corpes respondem a demandas sociais que são resultados de longos processos históricos de luta por direitos. Proponho que as lutas dos movimentos sociais e a dimensão social da arte são facetas nas quais se poderiam perceber as estruturas subjacentes das instituições culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-06-21

Como Citar

MEIRELES, F. CORPOS/CORPAS/CORPES DISSIDENTES E A CENA ARTÍSTICA: políticas da diferença. MORINGA - Artes do Espetáculo, [S. l.], v. 11, n. 1, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.2177-8841.2020v11n1.53469. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/moringa/article/view/53469. Acesso em: 27 set. 2021.

Edição

Seção

Diálogos e fronteiras