“BATUQUE NA COZINHA, SINHÁ NÃO QUER”

em defesa do conceito de teatro preto

Autores

  • Victor Hugo Neves de Oliveira Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2177-8841.2021v12n1.59994

Resumo

Este artigo busca analisar o teatro preto como estratégia contemporânea de enfrentamento ao racismo, a partir de pressupostos políticos, estéticos e criativos. Propomos uma defesa do teatro preto como um movimento de transgressão e decolonização por meio de suas relações com a perspectiva da afrocentricidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

NEVES DE OLIVEIRA, V. H. “BATUQUE NA COZINHA, SINHÁ NÃO QUER”: em defesa do conceito de teatro preto. MORINGA - Artes do Espetáculo, [S. l.], v. 12, n. 1, 2021. DOI: 10.22478/ufpb.2177-8841.2021v12n1.59994. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/moringa/article/view/59994. Acesso em: 7 dez. 2021.

Edição

Seção

Diálogos e fronteiras