ANÁLISE COMPARATIVA DA UTILIZAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE SUSTENTABILIDA NA CONSTRUÇÃO DO ESTÁDIO ARENA DA AMAZÔNIA E ESTÁDIO NACIONAL DE BRASÍLIA

  • Neuzaí Marreiros Barbosa Universidade Federal do Amazonas
Palavras-chave: Sustentabilidade, Licitações, Obras Públicas, Copa 2014

Resumo

O atendimento das necessidades da Administração Pública quanto à construção de bens e serviços em obras para realização dos seus projetos, pressupõem uma utilização intensa dos recursos naturais cuja exploração causa impactos ao meio ambiente. Todavia, quando o Estado atua como consumidor, deve exigir em suas contratações o fornecimento de bens e serviços que promovam a proteção ambiental, estabelecendo critérios de sustentabilidade em suas licitações, a fim de assegurar o desenvolvimento sustentável. A legislação brasileira preconiza o uso racional dos recursos naturais e impõe a aplicação de sanções para aqueles que as descumprirem. Diante disso, esta pesquisa objetivou analisar os critérios de sustentabilidade utilizados nas obras dos estádios que sediarão os jogos da Copa do Mundo de 2014, tendo como objeto de estudo o Estádio Arena da Amazônia e o Estádio Nacional de Brasília. Para tanto, definiram-se 15 critérios, todos fundamentados na legislação pertinente à matéria ambiental, representados em um checklist avaliativo. Ademais foram utilizadas três fontes de evidências: documentos, registros em arquivos e uso de questionário. A pesquisa caracteriza-se como exploratória, descritiva e explicativa, fundamentada em um referencial teórico, baseado em artigos, legislação ambiental, lei de licitações e contratos, agenda ambiental na administração pública, guia de compras sustentáveis entre outros, além da narração e exame crítico dos dados obtidos. Pode-se concluir que o Governo, através das contratações públicas, vem se preocupando com a utilização de critérios ambientais em suas licitações. No caso das obras destinadas ao maior evento futebolístico do mundo, o próprio Banco Nacional de Desenvolvimento, só permitiu a liberação de financiamentos se os projetos de construção dos estádios contivessem critérios de sustentabilidade. Assim, todos os estádios das cidades-sedes, de algum modo, inseriram preceitos ambientais em seus projetos, concluindo-se que o Governo vem agindo de forma estratégica na busca por um desenvolvimento sustentável.

Biografia do Autor

Neuzaí Marreiros Barbosa, Universidade Federal do Amazonas

Formação: Administração e Ciências Contábeis. Experiência Profissional: Analista Judiciário da Justiça Federal do Amazonas. Área de Atuação: Licitações e Contratos

Referências

BASSANI, Paulo; CARVALHO, Maria Aparecida Vivan. Pensando a Sustentabilidade: um olhar sobre a Agenda 21. Revista Desenvolvimento e Meio Ambiente. Paraná, n. 9, jan/jun/2001.

BAVARESCO, Alessandra Daniela; VELASQUEZ, Maria Dolores Pohlmann; MADRUGA, Lúcia Rejane da Rosa Gama; ESTIVALETE, Vânia de Fátima Barros. VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão. Disponível em: Acesso em: 16 de nov 2012.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. 18. ed. São Paulo: Saraiva, 1988.

______. Lei n. 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o artigo 37, inciso XXI, da Constituição Federal institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8666cons.htm>. Acesso em: 05 de jun. 2012.

______. Lei n. 11.079, de 30 de dezembro de 2004. Institui normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada no âmbito da administração pública. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Lei/L11079.htm>. Acesso em: 05 de jun. 2012.

______. Lei n. 12.349, de 15 de dezembro de 2010. Altera as Leis nos 8.666, de 21 de junho de 1993, 8.958, de 20 de dezembro de 1994, e 10.973, de 2 de dezembro de 2004; e revoga o § 1o do art. 2o da Lei no 11.273, de 6 de fevereiro de 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12349.htm>. Acesso em: 16 de nov. 2012.

______. Decreto n. 5.940, de 25 de outubro de 2006. Institui a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Decreto/D5940.htm>. Acesso em: 16 de nov. 2012.

______. Instrução Normativa n. 06, de 03 de novembro de 1995. Dispõe sobre a necessidade da Administração Públicas impedir o desperdício oriundo da falta de instrumentos adequados na reciclagem de papel e demais resíduos. Disponível em: <http://www.comprasnet.gov.br/legislacao/in/in06_95.htm>. Acesso em 16 de nov. 2012.

______. Instrução Normativa n. 01, de 19 de janeiro de 2010. Dispõe sobre os critérios de sustentabilidade ambiental na aquisição de bens, contratação de serviços ou obras pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional e dá outras providências. Disponível em: <http://www.comprasnet.gov.br/legislacao/legislacaoDetalhe.asp?ctdCod=295>. Acesso em 16 de nov. 2012.

______. Resolução CONAMA n. 257, de 30 de junho de 1999, Alterada pela Resolução n. 263/1999 (inclusão do inciso IV no art. 6º). Disciplina o descarte e gerenciamento ambiental adequado de pilhas e baterias usadas. Disponível em: Acesso em: 16 de nov. 2012.

______. Resolução CONAMA n. 307, de 5 de julho de 2002, Alterada pela Resolução n. 348/2004 (alterado o inciso IV do art. 3o). Estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão dos resíduos da construção civil. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=307> Acesso em: 16 de nov. 2012.

______. Agenda Ambiental na Administração Pública – A3P. Ministério do Meio Ambiente. 5ª Ed. Brasília, 2009.

______. Cartilha de Compras Sustentáveis. Guia de Compras Públicas Sustentáveis para Administração Federal. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Disponível em: <http://cpsustentaveis.planejamento.gov.br/wp-content/uploads/2010/06/Cartilha.pdf> Acesso em: 16 de nov. 2012.

FREITAS, Thiago. Aquisições Públicas Sustentáveis: O Princípio da Sustentabilidade encarado par além da questão ambiental. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 2, n. 1, jan/jun/2012.

FREITAS, Cláudio Luiz; BORGET, Altair; PFITSCHER, Elisete Dahmer. Agenda Ambiental na Administração Pública: Uma Análise da Aderência de uma IFES as diretrizes propostas pela A3P. XI Colóquio Internacional Sobre Gestão Universitária na América do Sul. Florianópolis, dez/2011.

HEGENGERG, Juliana Trianoski; MUNIZ, Sérgio Taeu Gonçalves. Compras Públicas Sustentáveis: a adoção de critérios sustentáveis nas compras e contratações públicas federais como ferramenta para redução dos impactos e promoção do desenvolvimento sustentável. Congresso Internacional de Administração. Disponível em: Acesso em: 30 de nov. 2012.

ICLEI Governos Locais pela Sustentabilidade – América Latina e Caribe. Disponível em: <http://www.iclei.org/fileadmin/user_upload/documents/LACS/Portugues/Programas/PoliCS/FolderPoliCSPort.pdf> Acesso em: 30 de nov. 2012.

LIMA, Joseane; SANTOS, Luis Miguel Luzio; FERREIRA, Thayla Emanuelle Ferreira. Parceria entre Economia Solidária e Poder Público: Avanços e Desafios da Coopersil. Revista Capital Científico. Paraná, v. 8, n. 1, jan/dez/2011.

ONU. 1987. Relatório Brundtland. Disponível em: <http://www.onu.org.br/a-onu-em-acao/a-onu-e-o-meio-ambiente/> Acesso em: 30 de nov. 2012.

PEGURIER, Eduardo. Um Choque Verde no Governo. Revista Exame. São Paulo, p.104, nov/2009. Disponível em: <http://www.periodicos.capes.gov.br.ez2.periodicos.capes.gov.br/index.php...> Acesso em: 29.11.2012.

REVEILLEAU, Ana Célia Alves de Azevedo. Política Nacional de Resíduos Sólidos: Aspectos da Responsabilidade dos Geradores na Cadeia do Ciclo da Vida do Produto. Revista Internacional de Direito e Cidadania. São Paulo, n. 10, junho/2011.

SALDANO, Samanta Martins; PFITSCHER, Elisete Dahmer; UHLMANN, Vivian Osmari. Análise de Sustentabilidade Ambiental: Estudo de Caso em uma Clínica Odontológica Municipal. Revista Contábil. Bahia, v. 4, n. 3, set/dez/2010.

SILVA, Rodrigo Cunha; DONAIRE, Denis. A Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos: Um Estudo de Caso na Prefeitura de são Paulo. Revista Administração e Diálogo, São Paulo, v. 9, n. 1, 2007.

SILVA JÚNIOR, Antônio Costa; ANDRADE, José Célio; VENTURA, Andréa Cardoso; CAIRO, Thais. Oportunidades para Compras Verdes no Setor de Suprimentos da Petróleo Brasileiro S.A. Revista Contemporânea de Economia e Gestão. Bahia, v. 7, n. 1, jan/jun/2009.

SOUZA, Maria Tereza Saraiva; OLIVERO, Simone Martins. Compras Públicas Sustentáveis: um Estudo da Incorporação de Critérios Socioambientais nas Licitações do Governo do Estado de São Paulo. XXXIV Encontro do ANPAD. Rio de Janeiro, set/2010.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Publicado
2013-03-21
Seção
Relatos de Pesquisa