A CULTURA ORGANIZACIONAL E A GESTÃO DO CONHECIMENTO NO CCHSA/UFPB: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA TEÓRICA DA CRIAÇÃO DO CONHECIMENTO

  • Soraya Fernandes Campos Universidade Federal da Paraíba
  • Maria das Graças Vieira
Palavras-chave: Cultura organizacional. Criação do conhecimento. Organização pública

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo analisar as possíveis associações entre os elementos da cultura organizacional de uma organização pública federal de ensino superior, sob a perspectiva teórica do processo de criação do conhecimento. Para realizar essa associação, foram utilizados os modelos de delineamento da cultura organizacional de Alves, e o modelo de criação do conhecimento de Nonaka e Takeuchi. Participaram da pesquisa 69 servidores técnico-administrativos e 67 docentes ativos do CCHSA. Foi aplicado um questionário on line, contendo 16 perguntas relacionadas aos conjuntos de elementos culturais do modelo de Alves. Os dados coletados foram analisados quantitativamente por meio do teste Qui-quadrado e da Análise Fatorial. A análise qualitativa foi realizada por meio de consulta de documentos e observação do ambiente organizacional. Os resultados encontrados mostra que os dirigentes foram considerados tolerantes em relação à ocorrência de desvios comportamentais e de falhas técnicas na instituição. Os mecanismos de treinamento e capacitação foram satisfatórios apenas para o grupo de técnicos administrativos. No entanto, a cooperação para se obter o conhecimento só foi enfatizada para o grupo dos docentes. Os líderes foram vistos como pessoas acessíveis, e a importância dada à hierarquia foi considerada razoável. Todos os elementos culturais identificados foram associados a um ou mais aspectos do processo de criação do conhecimento, principalmente à condição capacitadora ‘autonomia’. A partir das análises, concluiu-se que existe uma importante associação entre a cultura organizacional e a criação do conhecimento no CCHSA. 

Biografia do Autor

Soraya Fernandes Campos, Universidade Federal da Paraíba
MPGOA

Referências

ALVES, S. Revigorando a cultura da empresa: uma abordagem cultural da mudança nas organizações, na era da globalização. São Paulo: Makron Books, 1997.

CARBONE, P. P. Cultura organizacional no setor público brasileiro: desenvolvendo uma metodologia de gerenciamento da cultura. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, DASP, v. 34, n. 2, p.133-144, mar./abr. 2000.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. 2. ed. São Paulo: Senac, 2006.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto, 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DAVENPORT, T. H.; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

______. Conhecimento empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

DRUCKER, P. Sociedade pós-capitalista. 3. ed. São Paulo : Pioneira, 1993.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à administração. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1992.

MEIRELES, M., PAIXÃO, M. R. Teorias da administração: clássicas e modernas. São Paulo: Futura, 2003.

NASCIMENTO, D. C. Percepções de cultura e mudança organizacional. 2009. 144f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Jornalismo) - Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Coimbra, 2009.

NONAKA, I. A empresa criadora de conhecimento. In: GESTÃO DO CONHECIMENTO: on knowledge management. 2. ed. (Harvard Business Review). Rio de Janeiro: Campus, 2001.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. A criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. 3. ed. Rio de janeiro: Campus, 1997

PIRES, J. C. S.; MACÊDO, K. B. Cultura organizacional em organizações públicas no Brasil. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 40, n. 1, p. 81-105, jan./fev. 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rap/v40n1/v40n1a05.pdf>. Acesso em: 23 jan. 2015.

PROBST, G., RAUB, S., ROMHART, K. Gestão do conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman, 2002.

REIS, W. G. Gestão do conhecimento e cultura organizacional: um estudo de caso na Fiocruz-BA. 2007. 109f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2007. Disponível em: <http://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3920>. Acesso em: 12 ago. 2015.

SANTOS, N. M. B. F.; ROSSO, M. J. U. Desvendando a cultura organizacional em Instituições de Ensino Superior. Revista Administração em Diálogo, São Paulo, n. 6, p. 11-21, 2004.

SCHEIN, E. H. Guia de Sobrevivência da Cultura Corporativa. Rio de Janeiro: José Olympio, 2001.

______. Cultura organizacional e liderança. São Paulo: Atlas, 2009.

SENGE, P. A quinta disciplina: arte, teoria e prática da organização de aprendizagem. São Paulo: Best Seller, 1999.

SMIRCICH, L. Concepts of culture and organizational analysis. Administrative Science Quarterly, v. 28, n. 3, p. 339-358, Sept. 1983.

SOUTO, S.R.; GARCIA, F. C. A Influência da cultura organizacional nos processos de recrutamento, seleção e socialização: um estudo de caso de uma empresa do setor de hotelaria de Minas Gerais. Revista Turismo Visão e Ação, v. 11, n. 1, p. 41-62, jan./abr., 2009. Disponível em: <http://www6.univali.br/seer/index.php/rtva/article/view/985>. Acesso em: 13 fev. 2015.

SOUZA, I. M. Gestão das Universidades Federais Brasileiras: uma abordagem fundamentada na Gestão do Conhecimento. 2009. 399f. Tese (Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: <http://btd.egc.ufsc.br/?p=295>. Acesso em: 18 dez. 2014.

STEWART, T. A. Capital intelectual: a nova vantagem competitiva das empresas. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

TOLEDO, G. L.; OVALLE, I. I. Estatística básica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1985.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA. Centro de Ciências Sociais, Humanas e Agrárias. Plano de Desenvolvimento Institucional 2009-2012. Bananeiras: CCHSA, 2013. Disponível em: <http://www.cchsa.ufpb.br/attachments/article/190/PDI_Final_2009-2013.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2014.

VON KROGH, G.; ICHIJO, K.; NONAKA, I. Facilitando a criação de conhecimento: reinventando a empresa com o poder da inovação contínua. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

Publicado
2016-08-08
Seção
Relatos de Pesquisa