ESTRATÉGIAS DE MARKETING EM BIBLIOTECAS PÚBLICAS ATRAVÉS DE MÍDIAS SOCIAIS

  • Andressa Rayanne Souza Garcia Universidade Federal do Cariri (UFCA)
  • Maria Cleide Rodrigues Bernardino Universidade Federal do Cariri (UFCA)
Palavras-chave: Marketing. Midias Sociais - Biblioteca Pública. Biblioteca Pública.

Resumo

Aborda o uso de mídias sociais por bibliotecas públicas como estratégia de marketing e divulgação da biblioteca e dos produtos e serviços oferecidos. Tem o objetivo de destacar as bibliotecas públicas como organizações presentes no mercado competitivo da informação. E com tal, precisam se adequar as estratégias do mercado ao qual pertencem, no que diz respeito ao desenvolvimento de produtos e serviços adequados ao público-alvo. Dessa forma, o marketing se apresenta como a ferramenta de elaboração de estratégias voltadas para o mercado e o público-alvo que se almeja atingir e as mídias sócias como o canal de desenvolvimento de relacionamento com os clientes propulsor de gerar criação de produtos e serviços e a mercancia destes. Traz o problema de pesquisa pautado na indagação: Quais estratégias em mídias sociais poderão ser usadas nas bibliotecas públicas diante de suas particularidades e do público ao qual almeja atingir? Elenca os tipos de mídias sociais e quais estratégias poderão ser desenvolvidas com essas ferramentas em bibliotecas públicas.  Caracteriza-se como pesquisa bibliográfica e exploratória. Por fim, enfatiza-se a relevância do uso das mídias sociais pelas bibliotecas públicas, reconhecendo estas como organizações informacionais em um mercado competitivo e globalizado.

Biografia do Autor

Andressa Rayanne Souza Garcia, Universidade Federal do Cariri (UFCA)

Mestra em Biblioteconomia, pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Bacharel em Biblioteconomia, pela UFCA.

Maria Cleide Rodrigues Bernardino, Universidade Federal do Cariri (UFCA)
Professora do Curso de Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia (PPGB) da Universidade Federal do Cariri (UFCA). Doutora em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB). Mestra em Lingüística pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Referências

AGUILERA, J. L. Desplazando el bibliocentrismo: 7 ideas para usar Youtube en la biblioteca. 2015. Federación Española de Asociaciones de Archiveros , Bibliotecarios, Arqueólogos, Museólogos e Documentalistas. Disponível em: http://www.anabad.org/noticias-anabad/%2028-bibliotecas/3515-desplazando-el-bibliocentrismo-7ideas-para-usar-youtube-en-la-biblioteca. Acesso em: 17 jan. 2018.

BLATTMANN, U.; SILVA, F. C. C. Colaboração e interação na web 2.0 e biblioteca 2.0. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.12, n.2, p. 191-215, jul./dez., 2007. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/530/664. Acesso em: 18 jan. 2018.

BURLAMAQUE, F. V. BARTH, P. A. Redes sociais e o ensino: o skoob como ferramenta para o letramento digital e literário. Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente-SP, v. 26, n. 3, p. 53-73, set./dez. 2015. Disponível em: http://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3838/3147. Acesso em: 22 dez. 2017.

CARRERA, F. A. S.; PAZ, M. S. D. Capital social, ethos e gerenciamento de impressões em redes sociais temáticas: o caso skoob, BA. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA EM TECNOLOGIAS DIGITAIS E SOCIABILIDADE: PRÁTICAS INTERACIONAIS EM REDE, 2012, Salvador. Anais... Salvador: UFBA, 2012, p. 1-15. Disponível em: http://gitsufba.net/anais/wp-content/uploads/2013/09/n1_capitalsocial_45161.pdf. Acesso em: 22 dez. 2017.

CIPRIANI, F. Estratégia em mídias sociais. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014.

EQUIHUA, S. Wikis y bibliotecas. Infotecarios, [s. l.], 2015. Disponível em: http://www.infotecarios.com/wikis-y-bibliotecas/. Acesso em: 15 de jan. 2018.

EUGÊNIO, M. E¬Mail Marketing: O que é e como fazer. Ecommerc.org, [s.l.], 2015. Disponível em: https://www.e-commerce.org.br/e-mail-marketing/. Acesso em: 27 jan. 2018.

FERREIRA, A.; VIEIRA, J. F. A moda dos blogs e sua influência na cibercultura: do diário virtual aos posts comerciais, Rio Grande do Sul. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE A ESCOLA LATINO-AMERICANA DE COMUNICAÇÃO, 11., 2007, Pelotas. Anais... Pelotas: UCPEL, 2007. Disponível em: http://encipecom.metodista.br/mediawiki/images/3/3d/GT4-_01-_A_moda_dos_blog_-_Aleteia.pdf. Acesso em: 27 jan. 2018.

FICHTER, D. Por que e como usar blogs para promover os serviços da sua biblioteca. Marketing Library Services, [s.l], v. 17, n. 6, 2003.

GABRIEL, M. Marketing na era digital. São Paulo: Novatec, 2010.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GUNELIUS, S. Marketing nas mídias sociais em 30 minutos: manual prático para divulgar seus negócios pela internet de modo rápido e gratuito. São Paulo: Cultrix, 2012.

JESUS, D. L.; CUNHA, M. B. Produtos e serviços da web 2.0 no

setor de referência das bibliotecas. Perspectivas em Ciência da Informação, [s.l], v.17, n.1, p.110-133, jan./mar. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v17n1/a07v17n1.pdf. Acesso em: 18 jan. 2018.

JORGE, P. D. S. de S.; RIBEIRO, M. M. Ferramentas 2.0 e bibliotecas universitárias brasileiras: Levantamento de uso e implicações. Novas práticas em informação e conhecimento, Curitiba, v. 2, n. 1, p. 22-33, jan./jun. 2013. Disponível em: http://revistas.ufpr.br/atoz/article/view/41317/25252. Acesso em: 10 dez. 2017.

LÉVY, P. A Revolução contemporânea em matéria de comunicação. Revista FAMECOS, Porto Alegre, nº 9, 1998. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/viewFile/3009/2287. Acesso em: 15 dez. 2017.

LIPPENHOLTZ, B. Ejemplos estratégicos del uso de instagram en bibliotecas. 2016. Disponível em: http://documotion.com.ar/ejemplos-estrategicos-del-uso-de-instagram-en-bibliotecas/. Acesso em: 17 jan. 2018.

LIRA, A. L. L.; ARAÚJO, E. G. Instagram: do clique da câmera ao clique do consumidor. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO NORDESTE, 17., 2015, Natal. Anais... Natal: INTERCOM, 2015, p. 01-15 Disponível em: http://www.portalintercom.org.br/anais/nordeste2015/resumos/R47-2744-1.pdf. Acesso em: 17 jan. 2018.

MALINI, F. Por uma Genealogia da Blogosfera: considerações históricas (1997 a 2001). LUGAR COMUM, [s.l], n. 23-24, 2008. p.33-47.

MARQUINA, J. 2010. Disponível em: http://www.julianmarquina.es/uso-twitter-facebook-bibliotecas/. Acesso em: 09 jan. 2018.

MONTEIRO, L. A internet como meio de comunicação: possibilidades e limitações, MG. In: CONGRESSO BRASILEIRO DA COMUNICAÇÃO, 24., 2001, Campo Grande. Anais... Campo Grande: INTERCOM, 2001, p. 27-37 Disponível em: http://www.jack.eti.br/www/arquivos/documentos/trabalhos/fae/Trabalho_Redes_Adinarte_26032008.pdf. Acesso em: 15 dez. 2017.

OLIVEIRA, A. M. A internet como ferramenta de marketing nas bibliotecas. Inf.Inf., Londrina, v. 7, n. 2, p. 105-112, jul./dez. 2002. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/1702. Acesso em: 27 jan. 2018.

OLIVEIRA, T. L.; GUTEMBERG, A. O caso do Filmow e a influência da internet para o interesse em filmes clássicos na contemporaneidade, Online. In: EVIDOSOL. 13., CILTEC-Online, 10., 2016, online. Anais... Online: Texto livre, 2016. Disponível em: http://evidosol.textolivre.org/papers/2016/upload/157.pdf.Acesso em: 10 jan. 2018.

OLIVEIRA, Y. R. O Instagram como uma nova ferramenta para estratégias

publicitárias, PB. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO NORDESTE, 16., 2014, João Pessoa. Anais... João Pessoa: INTERCOM, 2014, p. 01-13 Disponível em: http://docplayer.com.br/5203442-O-instagram-como-uma-nova-ferramenta-para-estrategias-publicitarias-1-yuri-rafael-de-oliveira-2-universidade-federal-do-ceara-fortaleza-ce.html. Acesso em: 17 jan. 2018.

PUIG, E. V. Instagram en las bibliotecas: 10 buenas prácticas. 2015. Disponível em: http://www.rubenalcaraz.es/pinakes/redes-sociales/instagram-en-las-bibliotecas-10-buenas-practicas/. Acesso em: 17 jan. 2018.

SAFKO, L.; BRAKE, D, K. A Bíblia da Mídia Social: táticas, ferramentas e estratégias para construir e transformar negócios. Blucher: [s.l], 2010.

SANTOS, A. M. S. Como atingir os nossos utilizadores: o marketing directo nas bibliotecas e serviços de documentação. Cadernos BAD: Revista da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, [s.l.], n. 09, 2007. Disponível em: http://www.bad.pt/publicacoes/index.php/congressosbad/article/view/537/324. Acesso em: 27 jan. 2018.

SANTOS, E. L.; ROCHA, S. M. O blog como ferramenta de comunicação entre a biblioteca e seus usuários: a experiência da biblioteca Lydio Bandeira de

Mello, da faculdade de direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, Florianópolis, v. 17, n. 33, p. 134-152, jan./abr., 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2012v27n33p134. Acesso em: 18 jan. 2018.

SOUZA, R. L. Marketing boca a boca digital no Instagram: uma Pesquisa descritiva através das equações estruturais. 2015. 29f. Monografia (Graduação em administração de empresas) - Faculdade de Tecnologia e Ciências Sociais Aplicadas –FATECS, UNICEUB, Brasília, 2015. Disponível em: http://repositorio.uniceub.br/bitstream/235/6942/1/21128551.pdf. Acesso em: 17 jan. 2017.

TELLES, A. A revolução das mídias sociais. São Paulo: M. Books do Brasil Editora Ltda, 2010.

TERRA, C. F. Blogs corporativos como estratégia de comunicação. RP em Revista, Salvador, n. 15, 2016. Disponível em: http://www.rp-bahia.com.br/rpemrevista/edicao15/blogs_corporativos_como_estrategia_de_comunicacao.pdf. Acesso em: 18 jan. 2018.

VECHIATO, F. L.; INAFUKO, L. A. S.; VIDOTTI, S. A. B. G. Utilização de blogs em bibliotecas: um estudo comparativo da arquitetura da informação e da

usabilidade dos blogs da biblioteca de São Paulo e da biblioteca Florestan Fernandes – FFLCH USP, Bahia. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BIBLIOTECAS DIGITAIS, 2., SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 16., 2010, Salvador. Anais... Salvador: UFRJ, 2010. Disponível em: http://www.gapcongressos.com.br/eventos/z0070/trabalhos/final_455.pdf. Acesso em: 18 jan. 2018.

VOLDER, C; GONZÁLEZ TERÁN, Y.; GUTIÉRREZ, F. G. Recomendaciones para el uso de Twitter por parte de las bibliotecas. 2014. Disponível em: https://labbiblioarg20.com/2014/02/24/recomendaciones-para-el-buen-uso-de-twitter-por-parte-de-las-bibliotecas/. Acesso em: 18 jan. 2018.

Publicado
2018-12-30
Seção
Artigos de Revisão