A PEDAGOGIA ANARQUISTA E RADICAL E A CENTRALIDADE DO TRABALHO NA ESCOLA

  • Antônio Elísio Garcia Sobreira

Resumo

Este artigo trata da centralidade do trabalho na escola e da pedagogia anarquista e radical. O texto conterá um relato de uma oficina/aula direcionada para aperfeiçoar a compreensão de conceitos complexos marxista como mais-valia. Na seqüência desse relato serão expostas as questões teóricas e práticas, bem com as limitações dessa atividade. São incluídas discussões sobre a pedagogia radical e anarquista no sentido de questionar o controle do Estado das práticas dos professores. A escola é um local relativamente autônomo em nossa sociedade, mas algumas construções intelectuais favoráveis à lógica empresarial e às estruturas de dominação estão bastante presentes nessa ambiente. Os pedagogos anarquistas e críticos oferecem elementos para resistir a esse processo de corporitization e controles impostos às escolas. Palavras-chave: pedagogia anarquista, controle do Estado, corporitization
Publicado
2009-05-02
Seção
Artigos