IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE CAMPO EM GEOGRAFIA: Aplicação do Modelo Morfológico-Funcional em Pará de Minas/MG

  • Elisângela Gonçalves Lacerda Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Felipe de Ávila Chaves Borges
  • Daniella Teixeira Carmo de Oliveira
Palavras-chave: Trabalho de campo. Modelo morfológico-funcional. Pará de Minas.

Resumo

O trabalho de campo é indispensável em qualquer pesquisa geográfica e, quando bem planejado, oferece condições para uma melhor compreensão da realidade. É imprescindível que um profissional em Geografia saiba planejar e realizar um trabalho de campo, bem como explorar os dados obtidos por meio deste. Assim, o trabalho objetiva utilizar das diversas etapas de um trabalho de campo para caracterizar o município de Pará de Minas em diferentes aspectos, bem como traçar um esboço do modelo morfológico-funcional das cidades médias mineiras do distrito sede do referido município e relacionar suas formas e funções. Para tanto, foram realizadas pesquisas bibliográficas acerca das temáticas: trabalho de campo e cidades médias. A partir desse referencial coletaram-se dados necessários à realização do trabalho de campo. Posteriormente foi-se a campo onde se teve o contato com a realidade para observações e coleta de dados. Por último reuniu-se e trataram-se os dados e as observações obtidas em campo. Constatou-se a presença de quatro zonas distintas em Pará de Minas, a saber: central, pericentral, periférica contínua e periférica descontínua. O trabalho de campo se mostrou bastante eficiente enquanto uma etapa da pesquisa geográfica.

Biografia do Autor

Elisângela Gonçalves Lacerda, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Bacharel e licenciada em Geografia com ênfase em Geoprocessamento. Mestra em Geografia - Tratamento da Informação Espacial e atual doutoranda em Geografia, área de Análise Espacial, na linha de pesquisa Estudos Urbanos e Regionais.
Publicado
2015-06-16
Seção
Tópicos OKARA