ECOLOGIA DA PAISAGEM E A CONSERVAÇÃO DE FLORESTAS TROPICAIS

  • Edson Alves Filho
  • Waldir Wagner Campos
  • Sueli Angelo Furlan

Resumo

A ecologia da paisagem é uma abordagem sistêmica, explicitamente espacial e com dimensão territorial que busca analisar a interação entre padrões espaciais, processos ecológicos e atividades antrópicas em gradientes de escalas de tempo e espaço. No contexto do planejamento e da conservação, a ecologia da paisagem norteia as discussões teóricas e conceituais, subsidia as noções técnicas de conservação e fornece metodologias e técnicas capazes de fornecer uma base para o ordenamento ecológico e a gestão do território. O modelo de análise espacial proposto pela ecologia da paisagem compreende a fragmentação da floresta como resultante dos usos e ocupação da terra a partir do crescimento demográfico, obras de infraestrutura, taxas oficiais de desmatamento, urbanização e agricultura e do papel estabelecido pela indústria madeireira. O mosaico de paisagens derivado deste processo deve-se predominantemente a expansão agrícola e agropecuária, sendo estes, de maior impacto ambiental e responsáveis por redefinir a espacialidade da fauna e flora. No presente estudo procura-se realizar uma revisão da literatura recente sobre a aplicação de métodos e técnicas de Ecologia da Paisagem em estudos de Conservação das Florestas Tropicais Brasileiras, resumidas em estudos de caso da Floresta Amazônica e da Mata Atlântica, apoiados nos estudos de UDEL; ROPPER (1997), WASSENAAR et al. (2007), GODAR et al. (2011), PACHECO (2012), PARDINI et al. (2005) e VERDADE (2012).
Publicado
2015-12-19
Seção
Artigos