MEMÓRIA E IMAGENS: A TRANSFORMAÇÃO DA PAISAGEM NA CIDADE DE QUEVEDOS, RS, BRASIL

  • Natália Lampert Batista UFSM
  • Elsbeth Léia Spode Becker UNIFRA
  • Meri Lourdes Bezzi UFSM
  • Roberto Cassol UFSM
Palavras-chave: Paisagem Urbana. Pertencimento. Memória Coletiva. Memória Individual. Quevedos.

Resumo

O objetivo deste trabalho é destacar os elementos da paisagem urbana de Quevedos, RS, para o estudo do lugar e relacionar com a memória e as noções de identidade e de pertencimento existentes na população local. Os resultados demonstram a existência de uma rica memória individual e coletiva, a partir dos elementos da paisagem urbana de Quevedos, evidenciados nas fotografias, nos registros escritos e em depoimentos. Foi possível confirmar que existe um elo afetivo e de pertencimento na interação da população com o espaço urbano, evidenciados em locais históricos e representativos no imaginário coletivo e que podem ser um importante componente desencadeador para o estudo do lugar.

Biografia do Autor

Natália Lampert Batista, UFSM
Licenciada em Geografia pelo Centro Universitário Franciscano, Mestra e Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Elsbeth Léia Spode Becker, UNIFRA
Profª. Drª do Mestrado em Ensino de Humanidades e Linguagens do Centro Universitário Franciscano
Meri Lourdes Bezzi, UFSM
Profª. Drª. na Departamento de Geografia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Roberto Cassol, UFSM
Prof. Dr. na Departamento de Geografia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Publicado
2017-07-16
Seção
Artigos