O CAMPO DA EDUCAÇÃO DO CAMPO: leituras da escola no campo no Povoado de Araras em Faina – Goiás

  • Isaías Rodrigues da Silva Universidade Estadual de Goiás
  • Edson Batista da Silva Universidade Estadual de Goiás

Resumo

Este artigo discute a Educação no/do Campo e o projeto de campo no estado de Goiás, um espaço em disputa. A priori, considera-se que a Educação do Campo surge sob a necessidade de uma escolarização que atenda as especificidades do campo. Contudo é importante considerar que desde 1998, quando aconteceu a I Conferência Nacional por uma Educação Básica do Campo, já se passaram 21 anos. Portanto é preciso atentar para o tempo e a espacialidade desta construção que demandou envolvimento e engajamento de entidades, movimentos sociais e sindicais, que somados, solidificaram a práxis na Educação no/do campo. Os sujeitos da pesquisa são as famílias camponesas atendidas pela Escola Municipal Bruno Freire de Andrade, situada no povoado de Araras, no oeste do Município de Faina, no estado de Goiás. A intenção é compreender até que ponto a educação no/do campo que se faz neste município compromete a sucessão rural nas comunidades camponesas. Para isso foi necessário realizar pesquisa bibliográfica, documental e de campo ligada ao tema. O que demonstrou uma precariedade no atendimento aos estudantes camponeses.
Publicado
2020-07-12
Seção
Artigos