Formas de organização e enredamento para ações sociopolíticas

  • Sonia Aguiar
Palavras-chave: Redes sociais, ONGs e movimentos sociais, Saberes especializados, Contra-argumentação, Racionalidade estratégica

Resumo

Formas organizativas baseadas em dinâmicasde enredamento entre ONGs e movimentossociais têm surgido e se fortalecido no Brasil,sobretudo nos últimos 15 anos, sob diferentesdenominações: aliança, articulação, coalizão,fórum, rede. São configurações que se diferenciamdas redes sociais de indivíduos porqueseus nós são “representações” coletivas deinteresses, necessidades e identidades de grupos,comunidades e populações. Suas açõescoletivas envolvem processos participativos ecolaborativos fortemente apoiados em produção,apropriação e compartilhamento de conhecimentoe saberes especializados, que orientamescolhas ideológicas, estratégias discursivasde contra-argumentação e táticas deintervenção nas arenas e agendas da esferapública. Para isso, precisam contar em seusquadros, ou entre os seus colaboradores, comprofissionais capacitados tanto na academiaquanto na aprendizagem coletiva das lutassociais – das locais às globais. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2008-05-14
Seção
Resumos de artigos científicos