Profissional da informação: análise da inserção no mercado de trabalho brasileiro

  • Mônica de Fátima Loureiro
  • Paulo Martino de Jannuzzi
Palavras-chave: Profissional da Informação, Bibliotecário, Mercado de trabalho.

Resumo

Procurando contribuir para a discussão acerca da inserção do profissional da informação no mercado de trabalho no Brasil, discussão essa muito marcada por estudos de natureza ensaística, estudos de caso particulares e pesquisas empíricas de pequeno alcance e representatividade, o presente estudo tem como objetivo trazer evidências empíricas mais gerais e atuais a respeito da inserção destes profissionais no mercado de trabalho, na forma permitida pelo Censo Demográfico 2000. Mais especificamente, a pesquisa tem como objetivo o dimensionamento e caracterização do contingente de profissionais em atividades de informação que atuavam no mercado de trabalho brasileiro no ano 2000, segundo as categorias da Classificação Brasileira de Ocupações, a saber: profissionais da informação; arquivistas e museólogos; técnicos em biblioteconomia; técnicos em museologia e afins; auxiliares de serviços de documentação, informação e pesquisa. Apresenta-se o contingente de profissionais no país e; então, mostra-se a distribuição desses profissionais nas diversas regiões. Aborda-se ainda uma caracterização de cada grupo ocupacional, através de indicadores de escolaridade, posição na ocupação e o rendimento médio. Mostra-se que o contingente de profissionais do grupo é de 0,1%, em relação ao total da população ocupada no país, com concentração maior nos estados do Sul e Sudeste. Dentre as categorias analisadas os Profissionais da Informação apresentam melhor inserção ocupacional e rendimentos, ainda que em relação aos demais profissionais das Ciências e Artes a situação não seja das mais virtuosas, ao contrário do que poderia intuir pela bibliografia na área. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2008-01-18
Seção
Resumos de artigos científicos