Gestão da informação: ferramenta da produção ou da significação?

  • Angela Maria Barreto
Palavras-chave: Gestão da informação, Gestão do conhecimento, Gestão e produção de sentidos

Resumo

Na sociedade atual, o conhecimento é questão estratégica. O fator humano é visto como recurso e sua capacitação é parte da estratégia competitiva. Porém, até que ponto o enaltecimento do humano não é uma nova maneira de reprodução do capitalismo? Até que ponto a gestão do conhecimento considera aspectos da integridade do homem e de sua plena realização em sociedade? A Gestão da informação e do conhecimento tem compreendido que o conhecimento é produzido no sujeito. Porém, vê o conhecimento como processo linear e não cíclico e interativo o que significa que, nos processos de gestão, a concepção de fator humano não dá margem à sua emancipação e consolida a reificação do homem. Estas reflexões serão feitas com base nos modelos de gestão prescritos pelas Teorias Gerais da Administração e de suas influências nos processos de Gestão da Informação e pela discussão da produção de sentidos que ocorre na dinâmica da cultura. Finalmente, aponta-se para a superação do trabalhador no novo espaço de construção de identidades culturais, quer seja na esfera do convívio nas organizações. Acesso ao texto completo (PDF)
Publicado
2007-07-08
Seção
Resumos de artigos científicos