A contação de histórias como influência na formação do leitor

  • Marluce Bruno da Silva Bueno
Palavras-chave: Bibliotecas, Contação de histórias, Formação do leitor

Resumo

BUENO, Marluce Bruno da Silva. A contação de histórias como influência na formação do leitor. Monografia (Graduação). Campo Grande, MS, 2007. 42 f. Orientadora: Gilza Núria Brandão Marroni. É de grande importância que a leitura tem sido objeto de pesquisa para bibliotecários e outros estudiosos da área. Novas ferramentas tecnológicas, grande acúmulo de informação, para serem assimiladas, e compreendidas. O que cada vez mais torna necessário o hábito da leitura e principalmente a compreensão do que se lê. Comina-se à biblioteca, à escola e à família, a responsabilidade pela iniciação e fomentação do gosto pela leitura. O problema de pesquisa, é, detectar se a contação de histórias, interfere na formação do leitor. Como a criança se torna leitor competente e formador de opinião, com gosto por ouvir histórias. Foram entrevistados 60 acadêmicos de três instituições de Campo Grande–MS, em três áreas do conhecimento. A intenção desta pesquisa é de proporcionar a análise do desenho cultural por amostragem do indivíduo como leitor através de suas práticas de leitura, que foram implantadas através de atividades de incentivo ao hábito de ler, seja da família, da biblioteca ou da escola. Concluiu-se, que, ações de incentivo a leitura isoladas, não são suficientes para formar leitores acídulos com a prática da leitura e a falta de freqüência a bibliotecas deve-se a falta de incentivo tanto por parte de professores e bibliotecários. Para acesso ao texto completo, favor consultar a Coordenação de Biblioteconomia: E-mail: coordbiblioteconomia@gmail.com
Publicado
2007-07-08
Seção
New Section Title Here