Geração de Sistemas de Gestão de conteúdo com softwares livres

  • Fernando Silva Parreiras
Palavras-chave: softwares livres, gestão de conteúdo, geração de sistemas

Resumo

Esta dissertação trata a geração de sistemas de gestão de conteúdo, usando softwares livres. Pergunta-se se é possível, com base nas principais contribuições teóricas existentes e nos arcabouços disponíveis, implementar um processo que permita refletir um domínio de conhecimento, representado por meio de modelos, em um sistema de gestão de conteúdo. Pretende-se analisar as principais contribuições teóricas existentes acerca da modelagem e geração de sistemas de informação, estabelecer os passos necessários para implementação desta abordagem e levantar um arcabouço de desenvolvimento de sistemas de gestão de conteúdo. Foi realizada uma pesquisa experimental tendo como escopo o domínio de conhecimento de um processo de desenvolvimento software, composta de três entidades: (a) domínio de conhecimento modelado, (b) um sistema de gestão de conteúdo e (p) o processo de geração utilizado. Como resultado, tem-se o sistema de gestão de conteúdo gerado e o processo de geração, composto de cinco atividades: (1) Modelagem Independente de Plataforma; (2) Modelagem Específica de Plataforma; (3) Geração do código-fonte, (4) Manutenção Evolutiva do Código-fonte; e (5) Instalação. Este processo de geração diminui em mais de 50% o tempo estimado para desenvolvimento do sistema, mas apresenta algumas restrições. Conclui-se, entre outras questões, que: (1) a UML é uma boa candidata à linguagem de representação do conhecimento; (2) a modelagem em vários níveis é uma necessidade crucial para a evolução da área de sistemas de informação; (3) o arcabouço utilizado apresenta vantagens na prototipagem ou aplicação em domínios de conhecimento reduzidos; e (4) é possível compor um arcabouço que facilite a construção de sistemas de informação e sua manutenção.
Publicado
2007-01-17
Seção
New Section Title Here