PROJETO CRAZY STORIES: A INTERDISCIPLINARIDADE NO ENSINO DE INGLÊS COMO LÍNGUA ADICIONAL

  • Fernando Vanzin de Gasperi Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Anamaria Welp Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Este artigo relata a experiência com o desenvolvimento de um projeto pedagógico durante o estágio de docência em língua inglesa. O objetivo foi elaborar e aplicar uma sequência didática para o ensino de inglês como língua adicional em uma turma de sexto ano de uma escola da rede pública de educação básica, utilizando-se de um projeto interdisciplinar com o componente curricular artes. Os projetos interdisciplinares têm sido apontados como práticas desejáveis e eficientes para o desenvolvimento de conhecimento relevante para os alunos por aproximar o conteúdo a sua realidade. A sequência didática foi planejada dentro da abordagem de projetos de trabalho, uma proposta colaborativamente construída e organizada com a participação de professores e alunos. Dessa forma, o projeto foi planejado previamente, mas construído aula a aula, culminando na encenação de um texto teatral ,escrito pelos alunos, e em um livro contendo as histórias encenadas. O projeto foi desenvolvido em 11 aulas de inglês e três aulas de artes. Este artigo apresenta o desenvolvimento do projeto e, com base nos estudos sobre interdisciplinaridade e educação por projetos, apresenta reflexões sobre seu desenvolvimento. Palavras-chave: língua adicional, educação por projetos, interdisciplinaridade, sequência didática.

Biografia do Autor

Fernando Vanzin de Gasperi, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Licenciado em Letras - Inglês pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Anamaria Welp, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
É professora adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e atua na graduação em Letras-Inglês e no Programa de Pós-Graduação em Letras, na linha de pesquisa em Linguística Aplicada.
Publicado
2019-02-18
Seção
Artigos