CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS: O USO DE MÍDIA SOCIAL COMO PRÁTICA DE LÍNGUA INGLESA

Talita Costa Pereira

Resumo


Conforme a interpretação do estudo de crenças acerca do processo ensino-aprendizagem de Língua Estrangeira, este artigo objetivou interpretar os possíveis benefícios à aprendizagem de Língua Inglesa por meio do uso de mídia social como prática de aprendizado de línguas. Para isso, pretendeu-se, utilizando questionários semiestruturados com perguntas abertas para o levantamento de dados dos entrevistados, evidenciar as mídias sociais como uma proposta de prática da Língua Inglesa diariamente. Partindo do pressuposto que o professor usa de mídias sociais não somente para comunicados, mas também para maior interação da turma usando no cotidiano, a língua a ser aprendida, em outros momentos que não a sala de aula.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-9979.2018v13n2.41909

Licença Creative Commons   



O trabalho da Revista Eletrônica da UFPB Prolíngua foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil