Custos Previstos versus Custos Reais: O Caso de uma Franquia de Fast-Foods

  • Rodolfo Alves Araújo Lacerda Universidade Federal de Uberlândia
  • Nilton Cesar Lima Universidade Federal de Uberlândia
  • Gustavo Henrique Silva de Souza Universidade Federal de Alagoas
Palavras-chave: Custo Real, Custo Previsto, Fast-Foods, Ponto de Equilíbrio

Resumo

No que diz respeito às franquias, muito se tem discutido sobre o aparato mercadológico e contábil que envolve a relação entre franqueadores e franqueados, em especial, ao que trata da rentabilidade. Diante da necessidade de novas contribuições para o tema, este estudo teve por objetivo investigar uma franquia do ramo de fast-foods quanto à compatibilidade entre o custo dos produtos previsto pelo franqueador – antes do início das operações comerciais – e o custo real dos produtos vendidos pelo franqueado – após o início das operações comerciais. Para tanto, foi realizada uma pesquisa em formato de estudo de caso, exploratória no modo como foi conduzida e descritiva no modo de análise. Por meio de uma análise documental de dados secundários, coletados junto ao franqueado, constatou-se que a matriz (franqueador) estabelece um modelo de preço para os produtos com base unicamente no custo da matéria-prima utilizada na produção, negligenciando os demais fatores que influem diretamente na composição dos custos totais. De tal modo, compreende-se que o custo real praticado pelo franqueado é notadamente superior ao que fora inicialmente previsto pela franqueadora, o que afeta diretamente o ponto de equilíbrio da franquia analisada.

Biografia do Autor

Rodolfo Alves Araújo Lacerda, Universidade Federal de Uberlândia
Faculdade de Ciências Contábeis
Nilton Cesar Lima, Universidade Federal de Uberlândia

Faculdade de Ciências Contábeis

Gustavo Henrique Silva de Souza, Universidade Federal de Alagoas
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Publicado
2015-04-20
Como Citar
Lacerda, R. A. A., Lima, N. C., & Souza, G. H. S. de. (2015). Custos Previstos versus Custos Reais: O Caso de uma Franquia de Fast-Foods. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, 3(1), 84-99. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/recfin/article/view/22922
Seção
Seção Nacional