Os Impactos de Fatores Macroeconômicos sobre Índices de Ações Setoriais: uma Análise através do Algoritmo de Seleção de Modelos Autometrics

  • Luis Fernando Corrêa da Costa Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Marisa Gomes da Costa Universidade Presbiteriana Mackenzie
Palavras-chave: Teoria de Precificação por Arbitragem (APT), variáveis macroeconômicas, índices de ações, algoritmo de seleção de modelos econométricos Autometrics.

Resumo

Objetivo: Este estudo teve como objetivo analisar os impactos de 26 variáveis macroeconômicas domésticas e internacionais sobre o retorno das ações de sete índices setoriais divulgados pela bolsa de valores brasileira (B3).Fundamento: O artigo é fundamentado na teoria da precificação por arbitragem (Arbitrage Pricing Theory – APT), bem como na literatura que relaciona variáveis macroeconômicas e os retornos das ações.Método: O trabalho se destaca pelo tratamento rigoroso dado às estimativas, através do uso do algoritmo de seleção de modelos lineares Autometrics, cujo objetivo é a busca de especificações econométricas que descrevam as relações de forma simples e eficiente.Resultados: Afirma-se uma relação inversa entre a taxa de câmbio e os retornos de todos os índices setoriais. Quanto aos fatores externos, as ações brasileiras são afetadas: positivamente pelos retornos do Dow Jones ou negativamente pelo índice de volatilidade de opções sobre ações americanas (VIX). No caso do setor de materiais básicos, pode-se afirmar uma relação direta entre os retornos das ações e os preços das commodities metálicas. Embora as demais variáveis não tenham apresentado relevância, observou-se uma série de eventos sistemáticos que geraram quebras estruturais nos preços dos ativos.Contribuições:  O presente artigo contribui na análise ampliada para setores da economia e no tratamento metodológico dado às estimações, o que permite afirmar que os principais canais de transmissão de impactos sobre as ações brasileiras são: a taxa de câmbio e o mercado de ações americano. 

Biografia do Autor

Luis Fernando Corrêa da Costa, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutorando em administração com foco em finanças pela Universidade Mackenzie. É  administrador, economista e mestre em economia pela Universidade Federal de Santa Catarina.
Marisa Gomes da Costa, Universidade Presbiteriana Mackenzie
Doutoranda em administração com foco em finanças pela Universidade Mackenzie. É matemática, contadora e mestre em administração com foco em finanças pela Universidade Mackenzie
Publicado
2018-08-30
Seção
Seção Nacional