Jeitinho Brasileiro, Corrupção e Contabilidade

  • João Gabriel Nascimento de Araújo
  • Tiago de Moura Soeiro
  • Francisco José Sobreira de Matos
  • Diana Carolina Gomez Bautista

Resumo

Objetivo: Neste ensaio pretendemos apresentar uma discussão acerca da relação entre corrupção em contabilidade e o “jeitinho brasileiro”, e suas implicações.

Fundamento: Assim, iniciaremos nossa discussão conceituando “cultura”. Em seguida visamos sustentar que cultura influencia os pensamentos e ações das pessoas criadas nessa cultura. Neste sentido, discutimos sobre o traço marcante que conhecemos como o “jeitinho brasileiro” e como esse jeitinho torna os indivíduos mais tolerantes a atitudes criminosas, como a corrupção.

Método: Ensaio teórico.

Resultados: Nossa tese é que o jeitinho brasileiro exerce influência na corrupção nos negócios e na contabilidade.

Contribuições: Entendemos que pesquisas futuras podem focar, por exemplo, em: (i) como os sistemas de controle gerencial são influenciados pela percepção dos gestores sobre o “jeitinho brasileiro”; (ii) analisar como os sistemas de controle gerencial são estruturados/modificados aos aspectos do “jeitinho brasileiro”; (iii) analisar como o jeitinho brasileiro é suprimido ou potencializado para ser utilizado a favor do negócio; e (iv) averiguar a dissonância cognitiva e identificar contradições e conflitos de identidade e a utilização do “jeitinho brasileiro” como esquiva a estas incoerências cotidianas no contexto organizacional.

Publicado
2020-05-07
Como Citar
Araújo, J. G. N. de, Soeiro, T. de M., Matos, F. J. S. de, & Bautista, D. C. G. (2020). Jeitinho Brasileiro, Corrupção e Contabilidade. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, 8(2), 43-55. https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-1001.2020v8n2.48165
Seção
Seção Nacional

Artigos mais lidos do (s) mesmo (s) autor (es)