UNSCR 1325 e o fracasso dos Planos de Ação Nacionais (NAPs): contribuições dos Estudos Feministas de Segurança

  • Fernanda Ferreira

Resumo

A Resolução 1325 do Conselho de Segurança da ONU, aprovada em 2000 marcou um importante passo dado pela comunidade internacional na relação entre mulheres, paz e segurança. De modo a materializá-la, os Estados desenvolveram Planos de Ação Nacionais que abordassem a temática da Resolução. O presente artigo busca explicar os motivos pelos quais a maioria desses Planos fracassaram com a contribuição teórica dos Estudos Feministas de Segurança e conclui, a partir do estudo de caso da Dinamarca, que a perspectiva Estadocêntrica e a metodologia top-down adotadas no texto da Resolução são alguns dos motivos que comprometem a viabilidade desses NAPs.

Publicado
2019-09-16
Seção
Artigos