Comunicando riscos ambientais e tecnológicos na região Amazônica: uma análise de caso do vazamento da mineradora Hydro Alunorte

  • Alexia Tavares Barros PPGC/UFPB
  • Israel de Jesus Rocha

Resumo

Este artigo tem por objetivo descrever estratégias dos atores envolvidos no desenrolar de uma controvérsia relacionada à contaminação na cidade de Barcarena, em Belém-PA. A fim de compreender a forma como a controvérsia passa a apresentar as práticas relacionadas aos atores, e como os riscos associados ao vazamento passam a ganhar forma e dominar a opinião pública, usamos como suporte teórico metodológico a cartografia de controvérsias, na tentativa de planificar as estratégias dos atores e seus desdobramentos. Conclui-se, a partir da descrição, que houve um deslocamento inicial de uma situação na qual indicava uma blindagem da empresa responsável pelo vazamento para outro ponto em que a situação se torna insustentável diante da multiplicidade de ações propostas pelos atores envolvidos na controvérsia, deslocando a estratégia inicial da empresa de comunicar os riscos e seus efeitos práticos se situando como autoridade e fonte de informações no centro da controvérsia.

Palavras-chave: Riscos tecnológicos ambientais. Comunicação de risco. Cartografia de controvérsias.

Publicado
2019-01-19
Seção
Artigos