A busca por lucro simbólico e diferenciação na cisão entre música clássica e música popular

Fernando Gonzalez

Resumo


O presente artigo pretende investigar e rastrear os primeiros momentos em que se configurou a cisão entre “música clássica” e “música popular”, compreendendo essa tentativa de diferenciação como uma estratégia para obtenção de lucro simbólico. Partindo da compreensão de que na era da cultura midiática toda música produzida e consumida apresenta forte viés mercadológico e ligação com as chamadas indústrias culturais, buscamos refletir sobre a constituição da música clássica como gênero, dotado das mesmas características de qualquer outro, e sobre as diferentes formas de fruição da obra musical na contemporaneidade. Finalmente, analisamos o surgimento da dicotomia música clássica x música popular e algumas de suas motivações e implicações sociais, como um processo de busca por lucro simbólico e diferenciação.

Palavras-Chave: Música Clássica. Música Popular. Lucro Simbólico. Distinção. Consumo.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2019v15n8.47329

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


___________________________________________________________________________________________________________


Periódico indexado nas seguintes bases de dados:
           
_
__________________________________________________________________________________________________________