Opinião pública e enquadramentos sobre o COVID-19: uma análise do contexto prisional brasileiro

Autores

  • Carla Ramalho Procópio
  • Isabella de Sousa Gonçalves
  • Mariana Ramalho Procópio

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2021v17n03.58147

Palavras-chave:

Covid-19, Jornalismo, Prisões, Framings.

Resumo

Neste artigo, procura-se discutir a temática da pandemia Covid-19 no contexto da população carcerária brasileira. Para tanto, propomos a análise de cinco matérias telejornalísticas, uma de cada região do Brasil, com vistas a compreender como o acontecimento jornalístico foi enquadrado e como se deu a representação dos presídios e presidiários nas circunstâncias da pandemia. Nosso aporte teórico e metodológico principal foi ancorado nos trabalhos de Bourdieu (1997); Entman (1993); Lippman (1992) e Oht et al (2012). Por meio de nossas análises, foi possível perceber a predominância do enquadramento da incerteza.

Downloads

Publicado

2021-03-14

Edição

Seção

Artigos