O ombudsman e a desinformação: um estudo de caso sobre um texto da coluna da folha de s. Paulo

Autores

  • Paulo Gerson Olinto Deodato
  • Sandra Regina Moura

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2021v17n03.58158

Palavras-chave:

Ombudsman, Jornalismo e desinformação, Fact-checking.

Resumo

O Ombudsman é o jornalista que tem como função criticar as notícias produzidas pelo veículo de comunicação para o qual trabalha. Diante disso, o objetivo deste estudo é mostrar a postura cautelosa que o jornalista deve ter ao produzir notícias, o que pode interferir na forma como o público interpreta as informações sobre a COVID-19. Para isso, foi realizado um estudo de caso sobre o texto “O vírus do preconceito” da Ombudsman da Folha de S. Paulo, Flávia Lima. Autores como D’Ancona (2018), Santaella (2018) e Fausto Neto (2008) foram utilizados como base teórica. Por fim, o estudo conclui que a abordagem do texto e a escolha de imagens a serem associadas às notícias jornalísticas podem reforçar estereótipos e preconceitos, evidenciando a relevância do trabalho do Ombudsman em cada veículo de comunicação.

Downloads

Publicado

2021-03-15

Edição

Seção

Artigos