A Morte de Arthur em uma aplicação didática interativa: proposta de produção de um jogo de RPG com tabuleiro para sala de aula a partir de uma remidiação literária

Autores

  • Lis Yana Martinez
  • Vinicius de Moraes

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2021v17n04.58924

Palavras-chave:

Jogos, RPG, Propostas didáticas, Narrativas literárias.

Resumo

Este artigo apresenta uma proposta de elaboração de um jogo de RPG com apoio de tabuleiro a partir da “remidiação” (BOLTER; GRUSIN, 1999) de narrativas literárias e que é pensado tanto para uso em sala de aula, como ferramenta didática, mas, compreendido essencialmente enquanto uma atividade lúdica. Para tanto, primeiro iniciamos uma observação sobre o ato de brincar e o que ele significa em sociedade e em termos linguísticos. Posteriomente, nos preocupamos em definir o que um jogo é para, então, apresentarmos efetivamente a proposta. De modo a melhor exemplificá-la, apresentamos como exemplo a remidiação das lendas arturianas de A Morte de Arthur, de Thomas Malory, projeto que já foi por nós anteriormente testado. A discussão sobre o comportamento dos jogos perpassa, então, autores como Johan Huizinga (1980) e Jesper Juul (2005).

Downloads

Publicado

2021-04-03

Edição

Seção

SEÇÃO: GAMES, GAMIFICAÇÃO, JOGOS PEDAGÓGICOS