A perspectiva estudantil sobre o ensino remoto: Covid-19

Autores

  • Carla Gonçalves Távora
  • Ronan da Silva Parreira Gaia
  • Eduardo Martins Morgado
  • Thais Peterossi Candido

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2021v17n04.58976

Palavras-chave:

Tecnologia, Ciência, Educação, Discentes, Universidade.

Resumo

A educação superior utiliza da educação remota (ER) para o processo educativo superior em 2020. O objetivo desta pesquisa é identificar a perspectiva dos alunos sobre o ensino-aprendizado on-line que a pandemia da Covid-19 ocasionou na educação superior. A metodologia refere-se a uma pesquisa bibliográfica de forma qualitativa, aplicando um questionário pelo software Sphinx iQ2 para a perspectiva dos discentes sobre a ER. Os resultados apresentam 100 respostas sobre questões pessoais e universitárias, direcionando 67 participantes para a segunda lista sobre seu desempenho na ER e os desafios dessa modalidade. Essas respostas possibilitam compreender que o impacto da ER na graduação dos alunos, envolvem distrações, excesso de tarefas, qualidade da internet, desemprego, mensalidade, modalidade ER, dificuldades no curso, desempenho e falta de acessibilidade da ER, sendo uma modalidade de ensino que contribui para a desigualdade social.

Downloads

Publicado

2021-04-07

Edição

Seção

Artigos