A guarda terceirizada como integrante da gestão documental

Autores

  • Graziela da Costa
  • Sonali Paula Molin Bedin

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-6186.2018v6n1.35510

Palavras-chave:

Gestão Documental, Terceirização, Guarda Documental Terceirizada.

Resumo

Aborda a questão da guarda documental terceirizada. O método utilizado foi apesquisa bibliográfica. Quanto à coleta de dados, utilizou – se da observação e do questionário, que serviram para verificar se o profissional responsável pelo arquivo tem conhecimento dos procedimentos realizados no mesmo.A pesquisa foi composta pelos responsáveis pelo arquivo e a escolha destes profissionais foi feita aleatoriamente. Na fundamentação teórica, foram abordadosos temas: Gestão documental, Etapas da Gestão Documental e Terceirização. Os resultados obtidos mostram que as empresas estão valorizando o arquivo e este deve ser mantido organizado, para que possa atender às necessidades de seus usuários.

Biografia do Autor

Graziela da Costa

Arquivista, graduada pela Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC (2017).

Sonali Paula Molin Bedin

Coordenadora do Curso de Graduação em Arquivologia da Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC.Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC. Doutoranda em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC. Mestrado em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC. Especialização em Desenvolvimento e Gerenciamento de Sistemas de Informação em C&T pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande-FURG. Graduação em Biblioteconomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC. Membro pesquisador participante do Instituto de Pesquisas Biblion na linha de pesquisa Sustentabilidade em Unidades de Informação. Membro pesquisador participante do Grupo de Pesquisa Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação.

Referências

BARBETTA, Pedro Alberto. Estatística aplicada às Ciências Sociais. 9. ed. Florianópolis: UFSC, 2010.

BELLOTTO, Heloisa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BRASIL. Conselho Nacional de Arquivos. Classificação, temporalidade e destinação de documentos de arquivo; relativos às atividades-meio da administração pública. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001.

BRASIL. Conselho Nacional de Arquivos. Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.

BRASIL. Lei n°6.546. Dispõe sobre a regulamentação das profissões de Arquivista e de Técnico de Arquivo, e dá outras providências. Diário Oficial da União. DF, 4 de jul. 1978. Disponível em:<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1970-1979/l6546.htm>. Acesso em: 13 nov. 2017.

BRASIL. Lei n°8.159. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. Diário Oficial da União. DF, 9 de jan. 1991. Disponível em:<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8159.htm>. Acesso em: 20 nov. 2016.

ESCOLA BRASILEIRA DE DIREITO.Terceirização: entenda a regulamentação da terceirização. Disponível em:<https://ebradi.jusbrasil.com.br/artigos/441730113/terceirizacao-entenda-a-regulamentacao-da-terceirizacao>. Acesso em: 15 nov. 2017.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MORETO, Laércio. A Gestão Eficaz de contratos: suporte para a implementação da terceirização de serviços – Caso Petrobras – Unidade Espírito Santo. Dissertação apresentada no Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina, sob a orientação do Professor Doutor Rogério Cid Bastos, 2002.

OLIVEIRA, Ana Lúcia de Amaral de. Terceirização e Satisfação com trabalho. Dissertação apresentada a Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, sob a orientação do Professor Luis Cesar G. de Araújo.

PAES, Marilena Leite. Arquivo: teoria e prática. 3. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

SCHELLENBERG, T. R. Arquivos modernos: princípios e técnicas / T. R.

Schellenberg; tradução de Nilza Teixeira Soares. 6. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

Downloads

Publicado

2018-07-01

Como Citar

COSTA, G. da; MOLIN BEDIN, S. P. A guarda terceirizada como integrante da gestão documental. Archeion Online, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 112–129, 2018. DOI: 10.22478/ufpb.2318-6186.2018v6n1.35510. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/35510. Acesso em: 17 maio. 2021.

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa