A inserção da disciplina de tipologia documental como uma necessidade para os cursos de arquivologia do Brasil

Autores

  • Vitor Hugo Teixeira Araújo UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
  • Igor Vinícius Pinto de Sales UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
  • Esmeralda Porfírio de Sales UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-6186.2017v5n4.36244

Palavras-chave:

Diplomática. Ensino de Arquivologia no Brasil. Tipologia Documental. Glossário de Espécies e Tipos Documentais.

Resumo

Apresenta uma análise da compreensão de estudantes acerca de Tipologia Documental a partir da sua abordagem no ensino de Arquivologia. Fundamentada em especialistas em Tipologia Documental, a pesquisa exploratória se deu através de três processos: da aplicação de um questionário a estudantes; da análise das ementas da disciplina de Diplomática dos cursos de Arquivologia nas Universidades Estadual e Federal da Paraíba para a identificação da abordagem de Tipologia Documental no ensino; e da análise das matrizes curriculares dos 17 cursos de graduação em Arquivologia do país para a constatação da existência das disciplinas de Diplomática e de Tipologia Documental. Os dados apontam para um déficit do ensino de Tipologia Documental na maioria das universidades, o que sugere certa deficiência na compreensão dos estudantes acerca dessa temática. Indicou-se, portanto, a viabilidade da criação de uma disciplina obrigatória que aborde exclusivamente o ensino dessa temática logo no primeiro ano do curso e fomentou-se a criação de glossários de espécies e tipos documentais para os diferentes contextos de tratamento documental existentes, para servirem aos estudantes, professores, arquivistas, pesquisadores e usuários.

Biografia do Autor

Vitor Hugo Teixeira Araújo, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Graduando de Bacharelado em Arquivologia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Técnico em Agropecuária pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) - 2015. Membro do grupo de pesquisa Arquivologia e Sociedade - GPAS, cuja linha de pesquisa é Arquivo, Linguagem e Memória. Estagiário da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba - CAGEPA. Bolsista do Projeto de Extensão "Linguagem, Arquivologia, Tecnologia: O Letramento Digital no Projeto SESA", na UEPB.

Igor Vinícius Pinto de Sales, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Graduando de Bacharelado em Arquivologia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Membro do grupo de pesquisa Arquivologia e Sociedade - GPAS, cuja linha de pesquisa é Arquivo, Linguagem e Memória. Bolsista PIBIC-Cnpq.

Esmeralda Porfírio de Sales, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

Mestre em Ciência da Informação no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba, na área de concentração em Informação, Conhecimento e Sociedade. Atualmente é Professora Efetivo do Curso de Bacharelado em Arquivologia da Universidade Estadual da Paraíba, Vice Presidente da Associação dos Arquivistas da Paraíba, Membro do Conselho Nacional de Política Cultural/Minc – seguimento Arquivo e Coordenadora do Curso de Bacharelado em Arquivologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Gestão Documental, Gestão Pública, Políticas Arquivísticas, Formação Profissional e Associativismo.

Referências

ARAÚJO, Vitor Hugo Teixeira; SALES, Igor Vinícius Pinto de; SALES, Esmeralda Porfírio de. Tipos Documentais: análise da compreensão dos estudantes de Arquivologia a partir do ensino. In:SEMINÁRIO DE SABERES ARQUIVÍSTICOS, 8., 2017, João Pessoa. Anais eletrônicos... Disponível em: <http://www.ufpb.br/evento/lti/ocs/index.php/viii/sesa/schedConf/presentations>. Acesso em: 15 set. 2017.

BAKHTIN, Mikhail. Os Gêneros do discurso. Organização, tradução, posfácio e notas: Paulo Bezerra; notas da edição russa: Serguei Botcharov. São Paulo: Editora 34, 2016.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Como fazer análise diplomática e tipológica de documento de arquivo. SP: APESP/Imprensa Oficial, 2002.

______________. Diplomática e tipologia documental em arquivos. Briquet de Lemos, 2008.

BERNARDES, Ieda Pimenta; DELATORRE, Hilda. Gestão documental aplicada. São Paulo: Arquivo Público do Estado de São Paulo, 2008.

CAMARGO, Ana Maria de Almeida; BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Dicionário de terminologia arquivística. São Paulo: Associação dos Arquivistas Brasileiros, 1996.

CONSELHO Nacional de Arquivos. Cursos de Arquivologia no Brasil. Disponível em: <http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/links/389-cursos- de-arquivologia-no-brasil.html>. Acesso em: 01 de maio 2017.

GLOSSÁRIO de espécies/formatos e tipos documentais da Universidade de São Paulo. Sistema de Arquivos da Universidade de São Paulo (SAUSP). 1997.

GLOSSÁRIO de espécies/formatos e tipos documentais produzidos pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. Disponível em:

<https://www.mprs.mp.br/temporalidade/glossario>. Acesso em: 07 de maio 2017.

HEREDIA HERRERA, Antônia. Diplomática y Archivística. In: Archivistica general: teoria y practa. Servilla, Diputavión Provincial, 1985.

LOPES, Luís Carlos. A Nova Arquivística na Modernização Administrativa. 2 ed. Brasília: Projecto Editorial, 2009.

RODRIGUES, Ana Célia. Tipologia documental como parâmetro para gestão de documentos de arquivo: um manual para o município de Campo Belo (MG). Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo, 2002.

SILVA, Maria Celina Soares de Mello e (org.). Glossário de espécies e tipos documentais em arquivos de laboratório. Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins, Arquivo de História e Ciência, 2014.

SOUZA, Katia Isabelli Melo de. Arquivista, visibilidade profissional: formação, associativismo e mercado de trabalho. Brasília: Starprint, 2011

SOUZA, Renato Tarciso Babosa. Arquivística Temas Contemporâneos: classificação, preservação digital, gestão do conhecimento. 2 ed. Distrito Federal: SENAC, 2008.

Downloads

Publicado

2017-12-30

Como Citar

ARAÚJO, V. H. T.; SALES, I. V. P. de; SALES, E. P. de. A inserção da disciplina de tipologia documental como uma necessidade para os cursos de arquivologia do Brasil. Archeion Online, [S. l.], v. 5, n. 4, p. 157–171, 2017. DOI: 10.22478/ufpb.2318-6186.2017v5n4.36244. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/36244. Acesso em: 15 maio. 2021.