Reflexões sobre a importância do arquivista em instituições de saúde

os desafios frente à pandemia

Autores

  • Natália Marinho do Nascimento Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-6186.2020v8n1.53641

Palavras-chave:

Arquivista, Instituições de Saúde, Pandemia, Hospitais Psiquiátricos, Arquivos Hospitalares, Unidades de Saúde

Resumo

As instituições de saúde produzem uma grande quantidade de documentos arquivísticos nos mais variados suportes. Estes documentos são importantes para as próprias instituições, para os pacientes e para a ciência. Levando-se em consideração a pandemia muitos são os desafios a serem enfrentados. Os documentos produzidos, muitas vezes são mal gerenciados e armazenados, portanto estes espaços possibilitam várias perspectivas de atuação para os profissionais arquivistas. Diante de todas as especificidades e complexidades, estes ambientes precisam ser reconhecidos e desbravados. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo apresentar algumas reflexões sobre a importância da atuação do arquivista em instituições de saúde baseando-se na experiência de atuação em um hospital psiquiátrico enfocando alguns desafios para os profissionais ocasionados pelo Corona Vírus Disease (COVID-19). Como metodologia utiliza-se a pesquisa bibliográfica e o relato de experiência, além disso, o artigo é descritivo e de natureza qualitativa.  Como resultados percebeu-se que existem vários problemas nas instituições de saúde, por exemplo, cultura organizacional, falta de profissionais que transitam pelas áreas, conhecimento das funções e processos executados, na produção de documentos etc. Como considerações infere-se que os arquivistas podem e devem atuar em instituições de saúde e possuem competências que contribuem com todos os setores da instituição. Sendo assim, percebe-se que o maior desafio é ir além do que muitas vezes a instituição espera desse profissional. Quanto a pandemia o importante é perceber que todas as atividades influenciam no atendimento prestado ao paciente, bem como para a ciência contribuindo consideravelmente para pesquisas futuras.

Biografia do Autor

Natália Marinho do Nascimento, Universidade Estadual de Londrina

Doutora e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Campus de Marília. Graduação em Arquivologia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Campus de Marília. Docente do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Consultora de Gestão de Documentos e Informação.

Referências

BELLOTTO, H. L. Arquivos permanentes: tratamento documental. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2004.

BEZERRA, P. R. C. A Estatística na Organização Hospitalar. 2002. 76 f. Monografia (Graduação em Estatística) – Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, Natal, 2002.

BRASIL. Lei nº 13.874, de 20 de setembro de 2019. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 20 de setembro de 2019. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2019/lei/L13874.htm. Acesso em: 02 jun. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.787, de 27 de dezembro de 2018. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 27 de dezembro de 2018. Disponível em: http://www.in.gov.br/web/guest/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/57221806/do1-2018-12-28-lei-n-13-787-de-27-%20de-diciembre-de-2018-57221499. Acesso em: 02 jun. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 14 de agosto de 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13709compilado.htm. Acesso em: 02 jun. 2020.

BRASIL. Lei nº 12.682, de 9 de julho de 2012. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 9 de julho de 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/Lei/L12682.htm. Acesso em: 05 jun. 2020.

BRASIL. Lei nº 10.097, de 19 de dezembro de 2000. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 19 de dezembro de 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L10097.htm. Acesso em: 05 jun. 2020.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Resolução nº 1.638/2002, de 09 de Agosto de 2002, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 10 de jul. 2002 Seção I, p.184-5.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Resolução nº 1.821/07 de 23 de novembro de 2007, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 23 de nov. 2007 Seção I, p.252.

COSTA, Maria Izabel Sanches. Saúde mental e os novos paradigmas de cidadania e inclusão social na sociedade contemporânea. [Tese de Doutorado]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 2016.

FERREIRA, J. S.; FIDELIZ, M. B.; LIMA, M. J. C. de; O fluxo de informação nas instituições hospitalares e a gestão de documentos. Ágora, Florianópolis, v. 23, n. 47, p. 99 –117, 2013.

JARDIM, J. M. As novas tecnologias da informação e o futuro dos arquivos. Revista Estudos Históricos, v. 5, n. 10, p. 251 – 560, 1992.

KAMPF, G., TODT D., PFAENDER S., STEINMANN, E. Persistência de coronavírus em superfícies inanimadas e sua inativação com agentes biocidas. Journal Hospital Infection, v. 104, n. 3, mar. 2020, p. 246 – 251.

MACEACHERN, M. T. Hospital organization and management. 3. ed. Chicago: Physicians’ Record Company, 1957.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARÍLIA. Dados de Marília. Disponível em: https://www.marilia.sp.gov.br/portal/servicos/1002/dados-de-marilia/. Acesso em: 27 abr. de 2020.

SOUNIS, E. Organização de um serviço de arquivo médico e estatística: SAME. 2. ed. São Paulo, Ícone, 1993.

Downloads

Publicado

2020-09-30

Como Citar

NATÁLIA MARINHO DO NASCIMENTO. Reflexões sobre a importância do arquivista em instituições de saúde: os desafios frente à pandemia. Archeion Online, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 175–191, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.2318-6186.2020v8n1.53641. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/53641. Acesso em: 15 maio. 2021.

Edição

Seção

Relatos de Experiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)