Avaliação microbiológica do capim Tifton 85, irrigado com esgoto doméstico tratado

  • Carmem Cristina Mareco de Sousa Pereira
  • João Valdenor Pereira Filho
  • Francisco Marcus Bezerra Lima
  • Alexandre Reuber Almeida da Silva

Resumo

A pesquisa teve como objetivo avaliar a qualidade química e microbiológica da água e microbiológica do capim Tifton 85 fertirrigado com esgoto doméstico tratado utilizando o método de escoamento superficial. O delineamento experimental foi em blocos cazualisados, com cinco tratamentos (T1, água do poço 75% ECA + adubação; T2,água de esgoto, 150 kg Na ha-1 ano-1; T3, água de esgoto, 300 kg Na ha-1 ano-1; T4, água de esgoto, 600 kg Na ha-1 ano-1; T5, água de esgoto, 1200 kg Na ha-1 ano-1) e quatro repetições. As irrigações foram feitas em intervalos de 2 a 3 dias, logo após a leitura da evaporação do Tanque Classe A (75% ECA). Foram realizadas quatro coletas de amostras do capim, quando o mesmo atingia uma altura aproximada de 0,10 m do solo; duas no período chuvoso (38 dias); e duas no período de seco (32 dias). As analises de água foram realizadas periodicamente, seguindo a metodologia APHA (1995). E a metodologia aplicada nas análises microbiológicas do capim Tifton 85 foi a da APHA (2001). Com base nas análises microbiológicas realizadas no efluente, concluiu-se que são insignificantes os riscos de contaminação, por organismos patogênicos no manejo do capim Tifton 85. E as análises microbiológicas das amostras de capim Tifton 85 indicaram uma qualidade satisfatória.
Publicado
2014-12-22
Seção
Artigo Científico