Emergência e crescimento inicial de plântulas de Caesalpinia pulcherrima (L.) Swartz sob diferentes substratos

Nelto Almeida de Sousa, Kelina Bernardo Silva, Arnaldo Nonato Pereira de Oliveira, Vaniclécia Alves de Aguiar, Maria do Socorro de Caldas Pinto

Resumo


O trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a eficiência de diferentes substratos sobre a emergência e crescimento inicial de plântulas de Caesalpinia pulcherrima. O experimento foi realizado no viveiro florestal pertencente ao Departamento de Agrária e Exatas do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha-PB, seguindo um delineamento experimental inteiramente casualizado. Os substratos avaliados foram: S1 (areia lavada 100%); S2 (vermiculita 100%); S3 (bioextrato® 100%); S4 (húmus 100%); S5 (areia lavada + vermiculita 1:1); S6 (areia lavada + vermiculita 2:1); S7 (areia lavada + bioextrato® 1:1); S8 (areia lavada + bioextrato® 2:1); S9 (areia lavada + húmus 1:1); S10 (areia lavada + húmus 2:1); S11 (vermiculita + bioextrato® 1:1); S12 (vermiculita + bioextrato® 2:1); S13 (vermiculita + húmus 1:1); S14 (vermiculita + húmus 2:1); S15 (Mistura 1:1:1:1). Após a semeadura as bandejas foram postas no viveiro florestal, com incidência de 50% da luz solar. Os substratos foram umedecidos diariamente com regadores manuais. Para avaliação do efeito dos tratamentos determinou-se as seguintes características: porcentagem de emergência, índice de velocidade de emergência, tempo médio de emergência, comprimento e massa seca da parte aérea e raízes de plântulas. Os substratos S3 (bioextrato® 100%), S4 (húmus 100%), S7 (areia + bioextrato® 1:1) e S10 (areia + húmus 2:1), fornecem as melhores condições para emergência e crescimento inicial de plântulas de flamboyant-mirim.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25066/agrotec.v35i1.19176

Revista Agropecuária Técnica
ISSN impresso 0100-7467
ISSN online 2525-8990


Este periódico está indexado em:




Índice h (Google Scholar)=14


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional