O MEDO DA MORTE E OS SEUS ESCRITOS: CAMPINA GRANDE, DÉCADAS DE 1930 e 1940

Autores

  • Severino Cabral Filho Universidade Federal de Campina Grande

Palavras-chave:

Medo da Morte, Campina Grande, Representações Jornalísticas.

Resumo

O nosso objetivo com o presente trabalho é investigar em que medida o medo da morte se refletiu nas representações dadas a ver nos escritos de jornalistas e médicos paraibanos, particularmente os da cidade de Campina Grande, Paraíba, Brasil, durante as décadas de 1930 e 1940, conforme se manifestam nos principais jornais do Estado e da cidade. Buscamos compreender ainda, entre outras coisas, como esse medo manifesto impactou na gestão pública no tocante a implementação de obras sanitárias estruturantes para a cidade.

Biografia do Autor

Severino Cabral Filho, Universidade Federal de Campina Grande

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba. Professor Associado da Unidade Acadêmica de História e Geografia e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Campina Grande

Downloads

Publicado

2014-12-31

Como Citar

CABRAL FILHO, S. O MEDO DA MORTE E OS SEUS ESCRITOS: CAMPINA GRANDE, DÉCADAS DE 1930 e 1940. Sæculum – Revista de História, [S. l.], n. 31, p. 202, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/srh/article/view/189. Acesso em: 25 jun. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: História e Saberes Médicos