Sobre a Revista

Sæculum - Revista de História é publicada pelo Departamento de História da UFPB desde 1995 e, a partir de 2004, passou a ser também o periódico do Programa de Pós-Graduação em História da mesma universidade. Desde então sua frequência é semestral, e se trata de uma revista voltada à divulgação de pesquisas e ao debate no campo da História e da Cultura Histórica em suas diversas interfaces, abrindo espaço para o diálogo entre pesquisadores(as) do Brasil e do exterior. Está avaliada como Qualis B1 pela CAPES (Qualis 2013-2016) e é indexada no Latindex, Google Scholar, EBSCO, ROAD, EZB e Diadorim.

Trata-se de um periódico de acesso aberto, o que significa que todo o conteúdo está disponível gratuitamente e sem custo para o usuário ou sua instituição. Os usuários estão autorizados a ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou criar links para os textos completos dos artigos, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem pedir permissão prévia do editor ou do autor. Isso está de acordo com a definição BOAI de acesso aberto.

Anúncios

Chamada de artigos - História, Currículo e Pós-colonialidade

2022-08-31

Chamada de artigos - História, Currículo e Pós-colonialidade
Saeculum - revista de História (UFPB) - vol. 28, n. 48, jan./jun. (2023)

Resumo: O currículo, entendido como um elemento prático-discursivo, que expressa conflitos e disputas no interior da sociedade, pode conter componentes que, tanto reforcem um pensamento colonial, através de certa colonialidade do saber, como criem as possibilidades para o estabelecimento de um pensamento pós-colonial. Apresentamos a pretensão de reunir, neste Dossiê, artigos de pesquisadores — do Brasil e do exterior — que tomem os Estudos Pós-Coloniais como lente teórica para refletir sobre as dimensões históricas e educacionais relacionadas à História e ao ensino da disciplina, seja na educação básica ou no ensino superior. Esperamos contribuições, sobretudo, de pesquisadores da América Latina, que visem investigar, com destaque, a História e o ensino/currículo de História de países latino americanos, buscando compreender como os países desse continente foram construindo — ou não — formas de educação e narrativas históricas que visassem superar o racismo e a colonialidade presentes em suas respectivas sociedades. Esperamos receber contribuições que representem ampla diversidade de gênero e étnico-raciais, como também contribuições de pesquisadores de diferentes países e regiões brasileiras.

Perfil das contribuições esperadas:

- Ensino de História, práticas docentes e Estudos Pós-Coloniais;

- Ensino de História, currículo e Estudos Pós-Coloniais;

- A História e as perspectivas teóricas decoloniais;

- História, ensino, identidades e decolonialidade;

- Experiências decoloniais (culturais, curriculares e/ou de ensino);

- Práticas, memórias e experiências pós-coloniais em África e Ásia;

- Práticas, memórias e experiências afro-diaspóricas e ameríndias na América.

Organizadores:

André Mendes Salles - Universidade Federal de Pernambuco (Brasil)

Pedro Ramón Caballero Cáceres - Universidade Nacional de Assunção (Paraguai)

Prazo para submissão: até 30 de janeiro de 2023

Contato: saeculum@cchla.ufpb.br

Saiba mais sobre Chamada de artigos - História, Currículo e Pós-colonialidade

Edição Atual

v. 27 n. 46 (2022): Dossiê Memória, patrimônio cultural e processos educativos: Diálogos e reflexões
					Visualizar v. 27 n. 46 (2022): Dossiê Memória, patrimônio cultural e processos educativos: Diálogos e reflexões
Publicado: 2022-07-08

Edição completa

Expediente

Artigos

Ver Todas as Edições

Sæculum - Revista de História é publicada pelo Departamento de História da UFPB desde 1995 e, a partir de 2004, passou a ser também o periódico do Programa de Pós-Graduação em História da mesma universidade. Desde então sua frequência é semestral, e se trata de uma revista voltada à divulgação e debate de pesquisas no campo da História e da Cultura Histórica e suas diversas interfaces, abrindo espaço para o diálogo entre pesquisadores do Brasil e do exterior. Está avaliada como Qualis B1 pela CAPES (Qualis 2013-2016) e é indexada no Latindex, Google Scholar, EBSCO, ROAD, EZB e Diadorim.