O papel das mulheres no sistema creditício da freguesia de Guarapiranga: o caso de Dona Francisca Januária de Paula Carneiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6725.2019v24n41.44952

Resumo

O objetivo desse trabalho é investigar a formação do espaço nas vertentes dos rios Piranga e Pomba, a partir de uma análise braudelianadessa região, assim como do papel das mulheres no sistema creditício. Para fazer essa investigação, énecessário atentar-se para as dinâmicas sociais, econômicas, familiares que norteiam a construção desse espaço, analisando, conjuntamente, as relações humanas que contribuem para a sua formação. Segundo Rogério Haesbaert, “O papel do espaço, pode ser interpretado tanto como rugosidades ou constrangimentos, que redirecionam os processos sociais e econômicos, quanto como referenciais inseridos na vida cotidiana e que perpassam nossas identidades coletivas” (HAESBAERT, 2002, p.81/82). Após entender de que forma o espaço mineiro e principalmente da freguesia de Guarapiranga foi se constituindo, buscará conhecer de que forma o sistema de crédito influenciava a economia da região. Assim como perceber a importância da Dona Francisca Januária de Paula Carneiro, umaproeminente mulher, vinda de uma família sem muito prestígio social, que se casa com um membro de uma das mais importantes famílias da região e após ficar viúva, por méritos próprios consegue expandir os negócios da família e multiplicar a sua riqueza.

Downloads

Publicado

2019-12-15

Como Citar

COSTA, R. P. de A. O papel das mulheres no sistema creditício da freguesia de Guarapiranga: o caso de Dona Francisca Januária de Paula Carneiro. Sæculum – Revista de História, [S. l.], v. 24, n. 41, p. 408–425, 2019. DOI: 10.22478/ufpb.2317-6725.2019v24n41.44952. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/srh/article/view/44952. Acesso em: 25 jun. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Mulheres, gênero e sertanidades